Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Política
Sábado, 05 de Junho de 2021, 11h:37

COPA AMÉRICA NO BRASIL NA PANDEMIA

Bolsonaro diz à Renan que quem mata gente é quem desvia dinheiro “Fala com Aziz, ele é PhD em desvio”

Fonte: vgnoticias

Divulgação

Em sua live semanal, realizada na quinta-feira (03.06), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) continuou criticando aqueles que se manifestaram contrário à decisão do Governo de sediar a Copa América no país, neste momento da pandemia da Covid-19.

 

Na última segunda (31.05), o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, senador Renan Calheiros (MDB-AL) criticou a transferência da sede da Copa América para o Brasil, na qual ele classificou como “campeonato da morte”.

Bolsonaro mandou um recado para Renan Calheiros: “Renan Calheiros, torneio da morte [risos]. Renan, o que mata gente na pandemia não é quem manda dinheiro para o Estado é quem desvia dinheiro do Estado. E falar em desvio, você tem um PhD ao seu lado, fala com Omar Aziz, ele é PhD em desvio de recurso, lá no Estado do Amazonas. A Polícia Federal andou visitando ele e a família”, disse.

Na quarta-feira (02.06) o presidente parou na porta do Palácio para falar com apoiadores e mencionou o nome dos senadores  Omar Aziz (PSD/AM) e o relator Renan Calheiros (MDB/AL) como corruptos.

Na ocasião, Bolsonaro disse que a CPI da Covid-19, é a CPI do Patifão. "O presidente e o relator já disseram que não vão apurar desvios de recursos. Só quem sabe quem é Omar Aziz e Renan Calheiros e não precisa falar mais nada".

Bolsonaro ressaltou ainda, que o Governo se endividou em aproximadamente em R$ 700 bilhões durante a pandemia, sendo deste valor, R$ 350 bilhões só para o auxílio emergencial, que equivale a 10 anos de bolsa família.

Ele citou que ainda, que tem gente falando que o auxílio emergencial pago de R$ 250 é pouco e um absurdo. “É muito pouco, concordo, mas nunca falaram que o Bolsa Família está hoje ainda em média de R$ 192 reais. Resolveu falar que é pouco por conta da pandemia, pois quando não tinha a pandemia o povo podia continuar vivendo com R$ 192”, criticou.

Bolsonaro confirmou que está trabalhando para aumentar esse valor em 50%. Segundo ele, até já discutiu o assunto com o ministro Paulo Guedes. “Com responsabilidade”, concluiu ele.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.