Segunda-feira, 02 de Agosto de 2021

Polícia
Quinta-feira, 15 de Julho de 2021, 09h:47

COBIÇA

Enfermeira e mãe são presas por mandar matar PM e filho por herança em Cuiabá

O policial militar de 52 anos foi assassinado em agosto de 2020. Depois, o filho dele foi morto em março deste ano

Fonte: Folha Max

Divulgação

Uma técnica de enfermagem identificada como Tatiane foi presa na tarde desta quarta-feira (14), no antigo Pronto-Socorro de Cuiabá (PSMC), suspeita de ter mandado assassinar o marido, o policial militar Noel Marques da Silva, 52 anos, em agosto de 2020. A prisão foi efetuada pela equipe do delegado Caio Fernando Albuquerque da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A mãe da suspeita também foi presa em uma região de chácara, na Estrada da Guia. Aos policiais, ela contou que deu apoio ao crime, mas disse que a mentora é a filha.Segundo a Polícia, o crime foi motivado por herança. Noel foi morto com tiros na cabeça próximo ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Colorado na Capital em agosto de 2020.Ele estava em frente à casa onde morava quando foi abordado por dois suspeitos armados que efetuaram vários disparos.

A mulher também seria a responsável por encomendar a morte do filho do militar, Noel Marques Júnior, que foi assassinado a tiros no bairro Novo Tempo em Cuiabá, em março deste ano. A vítima estava em uma residência quando os criminosos invadiram o local e efetuaram os disparos.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/PhW1EypCmD4" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.