Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Justiça
Sábado, 22 de Maio de 2021, 10h:40

É CRIME

MP aciona deputado por post homofóbico

Fonte: Folha Max

Divulgação

O Ministério Público Estadual (MPE-MT) entrou com procedimento investigatório contra o deputado estadual Gilberto Cattani (PSL), após o parlamentar publicar imagem de conteúdo homofóbico em seu perfil nas redes sociais.

A ação foi representada pelo promotor de Justiça Henrique Scheneider, após o Grupo Livremente, que atua na defesa dos direitos da população LGBTQI+, formalizar a denúncia.

Por meio do stories, recurso da rede social Instagram, Cattani publicou na última quarta-feira (19), uma imagem que dizia “Ser homofóbico é uma escolha. Ser gay também”. Esta semana celebra justamente o Dia Internacional contra a Homofobia.

Diversas entidades e políticos repudiaram a fala homofóbica do deputado. A Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Mato Grosso (OAB-MT), por meio de sua Comissão de Diversidade Sexual, posicionou que a conduta do deputado não condiz com um agente do estado, eleito democraticamente, que tem função de respeitar e defender a constituição.

 

“Indubitavelmente, todos os cidadãos devem respeito à Constituição Federal, que tem entre os seus princípios, descritos no Artigo 3º, a promoção do bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade, orientação sexual, identidade de gênero e quaisquer outras formas de discriminação”, diz trecho da nota.

O vereador por Várzea Grande, Ícaro Reveles (PDT), que é gay, pediu por mais respeito e fim dos ataques a comunidade LGBTQI+. “Entendemos ser uma agressão de grande gravidade, que reforça um antigo preconceito contra a população LGBTQIA+ ao afirmar que a orientação sexual “é uma escolha”, além de relativizar o comportamento homofóbico. Isso leva ao agravamento de um cenário em que as pessoas são discriminadas, agredidas verbal e fisicamente, e até mortas pelo simples fato de serem quem são”, afirmou.

Em Cuiabá, a vereadora Edna Sampaio (PT) também denunciou o ocorrido. Na sessão da Câmara de Vereadores, a vereador manifestou seu repúdio. “Homofobia é crime!! E, partindo de um parlamentar é revoltante!!”, argumentou.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.