Segunda-feira, 02 de Agosto de 2021

Justiça
Quinta-feira, 15 de Julho de 2021, 09h:57

PARA SETEMBRO

A pedido do MPE, juiz adia sessão de julgamento de tenente por morte de aluno

A decisão do magistrado atendeu o requerimento do promotor de Justiça, Paulo Henrique Amaral Motta, que precisou se afastar do trabalho, por dois dias, para tratar doença

Fonte: Ponto na Curva

Divulgação

O juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá (Vara Especializada da Justiça Militar), decidiu pela suspensão da audiência em que a tenente do Corpo de Bombeiros, Izadora Ledur, começaria a ser julgada nesta terça-feira (13) pela morte do aluno Rodrigo Patrício Lima Claro.

A audiência será designada para o dia 23 de setembro deste ano.

A informação foi confirmada ao Ponto na Curva pela Assessoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

A decisão do magistrado veio após o promotor de Justiça, Paulo Henrique Amaral Motta, apresentar atestado médico, na véspera do julgamento – nesta segunda-feira (12) –, informando seu afastamento, por dois dias, para tratar doença.

Ledur já era pra ter sido submetida a julgamento, mas, por diversos outros motivos, as audiências agendadas anteriormente precisaram ser suspensas.

O caso

Após passar por uma série de afogamentos durante treinamento conduzido por Izadora Ledur, na lagoa Trevisan, em Cuiabá, Rodrigo Patrício Lima Claro passou mal e chegou a ser levado ao hospital.

Ele ficou internado por cinco dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas faleceu em 15 de novembro de 2016.

Testemunhas relataram que o aluno estava sendo submetido a diversas torturas e que chegou a reclamar de dores de cabeça e cansaço.

A tenente foi afastada da corporação logo após a morte do jovem. Ela chegou a utilizar tornozeleira eletrônica, mas em outubro de 2017, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso atendeu o pedido de defesa e mandou retirar o monitoramento.

O MP já se pronunciou, em alegações finais, opinando pela condenação da tenente e que ela seja excluída dos quadros do Corpo de Bombeiros.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.