Segunda-feira, 02 de Agosto de 2021

Cinema
Quinta-feira, 24 de Junho de 2021, 12h:17

Velozes e furiosos 9

Nono filme da série ‘Velozes e furiosos’ é destaque nas estreias desta quinta

Racha na família é um dos temas do filme. No elenco estão Kurt Russel e Charlize The

Fonte: Correio Braziliense

Universal/Divulgação

 

No comando de filmes de ação e aventura, o diretor Justin Lin já atravessou mais da metade da pista dos longas-metragens da saga Velozes & furiosos (em cartaz nos cinemas) que chega ao nono título. Sabe então como entreter os fãs da franquia em que Dom Toretto (Vin Diesel) retoma o fio da meada de acontecimentos de 1989 para investigar um possível parricídio, uma situação a ponto de colocá-lo contra o irmão Jakob (John Cena). A questão, claro, será testemunhada por Mia (Jordana Brewster), outra integrante do clã de tradicionais corredores.

 

Para além de pegas nas pistas, o racha na família será um dos eixos de crises em que se avolumam a quantidade de personagens unidos para elucidar um enigma criado por Sr. Ninguém (Kurt Russell). Dividido em dois, um aparato capaz de ocasionar vírus em computadores pode gerenciar qualquer potente arma letal de massa, em escala mundial. No meio de tudo, a hacker Cypher (Charlize Theron, letárgica na personagem), outrora tida como uma vilã exemplar, tem pouco raio de ação na nova fita.

Chegaria a ser ridículo a pretensão de que Velozes & furiosos 9 seja visto como um filme sério, ainda que se enxertem no roteiro teorias físicas como a da “queda livre perpétua”. Tanque, helicópteros, motos e caminhonetes garantem o deus nos acuda circense montado, inicialmente, num cenário solar, mas repleto de perigos como o das minas terrestres.

Entre voadoras carcaças de carros, a personagem Letty (Michelle Rodriguez), amada por Dom, se sobressai nos malabarismos que culminam com a divertida sequência em que ela cai em frente ao capô do carro do herói. Na rota, os mocinhos ainda vão se aventurar por Tóquio, Londres e Edimburgo.

Licença espacial

Mesmo que o roteiro do filme perca a linha, com muitas cenas sem a menor graça e filosofia rasa (duro ouvir que “o carro não faz o piloto”), Velozes & furiosos 9 tem lá seus momentos. Enquanto, num jogo de piedade e conflito, os irmãos da trama apontam armas uns para os outros, duas mulheres divertem, ao volante: a elegante Queenie (Helen Mirren) e a estreante Ramsey (Nathalie Emmanuel), que, sem experiência, comanda, de cara, a direção de um caminhão.

 

No enorme grupo metido no quebra-cabeças proposto pelo projeto Áries, que pode resultar num ataque mortal de larga escala, Roman (Tyese Gibson, que reafirma a parceria com Tej, interpretado por Ludacris), inesperadamente, aparenta grande sensatez. “A gente não é normal”, constata elencando a falta de cicatrizes, entre missões surreais do passado que já envolveram até submarinos e trens.

Seria o céu o limite para os personagens da franquia milionária? Conduzindo um Pontiac Fiero (com tosco propulsor acoplado) no espaço sideral, há personagens de Velozes & furiosos 9 que pretendem desbancar a exclusividade, no cinema, dos gigantes carros lunares de Transformers. Um despropósito geral.

 
Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.