Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Cidades
Sábado, 05 de Junho de 2021, 11h:41

RETROCESSO

“Novo Cangaço” volta atacar agências bancárias em Mato Grosso

Experiente, delegado Stringueta está fora do comando da GCCO por criticar Ministério Público

Fonte: vgnoticias

Divulgação

O ex-titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), delegado Flávio Stringueta, com sua experiência, deve estar fazendo falta na GCCO, neste momento em que o “Novo Cangaço” voltou atacar as agências bancárias em Mato Grosso.

Stringueta contou ao VGN, que desde o início de 2019, quando teria assumido a titularidade da GCCO, não ocorria sequer roubo a bancos no Estado. E Cangaço não atacava desde 2014. “Uma pena que isso tenha acontecido. Sou solidário às vítimas. São traumas inesquecíveis. Espero que não seja o retorno do Cangaço no Estado”.

Stringueta criticou o Ministério Público e perdeu o cargo. Junto com Stringueta, toda equipe da GCCO foi penalizada com a perda da função. Porém, Stringueta, além de perder o comando da GCCO,  ainda foi enquadrado na lei da “mordaça” por ter feito criticas contundentes aos membros do Ministério Público do Estado. O Ministério Público aponta “dedo” para todos, mas não gosta de ser apontado.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.