Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Cidades
Sexta-feira, 07 de Maio de 2021, 06h:36

Sulacap na Zona Oeste do Rio

Corpo de policial morto no Jacarezinho será enterrado nesta sexta-feira em Sulacap

André Frias estava há oito anos na Polícia Civil e deixou esposa e um enteado de 10 anos. Os 24 suspeitos mortos na operação não tiveram os nomes divulgados

Fonte: o Dia RJ

Divulgação

Policial Civil André Frias, 45 anos, foi baleado na cabeça, quando retirava uma barricada, e não resistiu

O corpo do policial civil André Leonardo de Mello Frias, de 48 anos, será enterrado às 15h30 desta sexta-feira no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. Ele está entre os 25 mortos na operação policial no Jacarezinho, realizada nesta quinta-feira. Frias, que estava na polícia há oito anos, era casado com uma agente da polícia civil e tinha um enteado de 10 anos. Era o inspetor quem cuidava da mãe, acamada há três anos por conta de sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).
 
André Frias integrava a Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) e era conhecido dentro da corporação pelo gosto do combate à criminalidade. O agente já passou por especializadas como a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC).
 
O inspetor esteve na equipe que realizou uma das maiores apreensões de fuzis no Estado do Rio. Em junho de 2017, a DRFC, com a Polícia Federal, encontrou 60 fuzis modelos AK-47, G3 e AR-10 que estavam escondidos dentro de aquecedores de piscina no terminal de cargas da Receita Federal, no Aeroporto Internacional Tom Jobim. 
 
O delegado Allan Turnowski, secretário estadual de Polícia Civil, usou as redes sociais para mandar mensagem de pesar. “Vamos honrar o guerreiro, cuidando de sua família e continuar defendendo a sociedade".
 
O inspetor estava em um veículo blindado que precisou parar em um ponto da comunidade por conta de uma barricada montada por traficantes. Aos descer do veículo, os agentes foram surpreendidos e André Frias acabou atingido na cabeça. Outros dois policiais também ficaram feridos, mas sem gravidade. 
 
Na operação, 24 suspeitos foram mortos, um suspeito baleado e dez foram presos. Apesar do alto número de letalidade, a polícia ainda não divulgou a identificação dos mortos. Duas pessoas que estavam em uma composição do MetrôRio foram baleadas quando o veículo passava pela estação Triagem. 
Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.