Domingo, 31 de Maio de 2020

Variedades
Quinta-feira, 21 de Maio de 2020, 10h:56

NA QUARENTENA

'Se tiver que fazer sexo sozinha, eu faço', diz Aline Riscado

Bailarina também fala sobre procedimentos estéticos e carnaval

O Globo

“Gosto de levar conhecimento e verdade para os meus seguidores”, diz Aline Riscada logo no começo da nossa conversa. Desde o início da quarentena, a bailarina carioca se transformou numa espécie de “rainha das lives” no Instagram, abordando temas variados como treinos, exercícios infantis, religiosidade e até meditação. “Astrologia, física quântica e os tempos atuais são outros assuntos que gosto bastante de tocar nos meus vídeos, e venho buscando pessoas com maior propriedade para falar. É sempre com o intuito de ensinar e não trazer mais desespero para as pessoas”, acrescenta ela.

A seguir, a bailarina, de 32 anos, fala sobre corpo, quarentena e carnaval — afinal, ela foi um dos destaques da folia ao estrear como rainha de bateria da escola de samba Unidos de Vila Isabel. Confira os melhores trechos.

Rainha das lives
“Mostro minhas atividades físicas que amo fazer, tantos os treinos como danças de diferentes tipos que estou descobrindo e dando oportunidade para outros profissionais e também para os meus seguidores conhecerem novos ritmos. Faço também atividades infantis, só que tive que fazer uma pausa porque mudaram o horário das aulas do meu filho (ela é mãe de Nathan), mas pretendo voltar. Dentro ainda dessa minha verdade, também transmito as minhas orações, que eu já faria de qualquer forma sozinha, mas abro para os seguidores, porque acredito muito que a oração e a meditação, quando são feitas juntas, a vibração fica muito mais forte. Já falei também com profissionais ligados à organização Médicos sem Fronteiras sobre saúde mental, mostrando como podemos ficar bem nesse momento. Além de conversas que tenho com outras pessoas famosas sobre carreira, vida na quarentena e experiências, mas sempre com leveza, porque o meu objetivo é levar entretenimento. Esse projeto vem sendo muito especial, um trabalho de luz porque consigo unir isso com a minha vontade que tinha de não ficar parada. Confesso que já perdi as contas, acredito que tenham sido mais de 200.”

Em relação ao carnaval 2021, sendo sincera, não acho que é o momento de estar prevendo as coisas

Corpo
“Amo o meu corpo e me amo em todos os sentidos. Trabalho muito meu autoconhecimento e, quando adotamos essa prática para a nossa vida, passamos a nos amar mais. O amor próprio é a base de tudo e, por isso, busco me amar do jeitinho que sou, às vezes mais magra, menos magra, mais forte ou menos forte, não mudaria nada.”

Intervenção
“Já fiz procedimentos mais invasivos, sim! Acredito que a estética consciente está aí para ser usada, a gente tendo profissionais de confiança e bom senso podemos usá-la para elevar nossa autoestima. Já coloquei silicone no peito e também aplico Botox desde os 26 anos como medida preventiva as rugas. Não tenho problemas em falar sobre isso e quando preciso recorro aos tratamentos estéticos com a minha Dra. Bianca Ohana.”

Amor e sexo
“Em relação ao campo afetivo, estou lidando bem. Acho que estou em uma das melhores fases da minha vida. Claro, somos seres humanos, e, às vezes, bate carência e posso sentir falta de ter alguém. Mas, não é do sexo que sinto falta, está mais relacionado a companhia de uma pessoa para ver um filme, dar risadas, receber uma massagem e um abraço nos dias que estiver mais para baixo. Em relação ao lado sexual, estou lidando muito bem com isso. Gosto muito de transar e sou uma pessoa sexualmente muito bem resolvida e se tiver que fazer sexo sozinha, eu faço. Mas não fiz nenhuma vez nessa quarentena, estou muito bem e não venho sofrendo por causa de sexo, graças a Deus.”

Carnaval e Covid-19
“Em relação ao carnaval, não gosto de ficar pensando no que podia ter sido feito ou não. A gente tem que concentrar as nossas energias no agora, porque esse é momento que devemos parar de ficar nos remoendo. O carnaval aconteceu e foi divertido, enfim fomos feliz durante esse período. Acredito que o coronavírus tinha que acontecer e precisamos viver esse momento para aprender , acredito muito nas coisas que Deus programa. Não adianta ficar olhando para trás para justificar e necessário olhar para frente e nos questionar sobre o que podemos fazer nesse momento para ficar bem e quais são as lições que podemos tirar desse momento. Como podemos ajudar o próximo que está passando por uma maior dificuldade financeira?”

Folia em 2021?
“Em relação ao carnaval 2021, sendo sincera, não acho que é o momento de estar prevendo as coisas. Está tudo muito instável, a gente não sabe o que vai acontecer na próxima semana ou mês seguinte. Confesso que não estou nem pensando nisso, estou pensando no agora, na live que farei amanhã e nas formas que posso ajudar alguém no próximo mês, já que nesse já ajudei. Pensando em como meu filho pode ter um bom aproveito das aulas que estão sendo on-line. Não estou pensando em festa. Amo carnaval e o meu desejo é que tenha. Claro, quero que acabe logo isso e a gente tenha Réveillon, não estou nem pensando apenas no carnaval, mas nas festas de fim de ano. Mas a gente não pode ficar pensando tanto na frente, temos que focar no agora e resolver os nossos problemas atuais.”

Rainha da Vila
“Ser rainha de bateria da Vila Isabel foi uma experiência incrível e única. Antes mesmo do desfile na Sapucaí, no último ensaio de rua, fui convidada pelo presidente Fernando Fernandes para ser rainha no ano que vemos Ele pegou o microfone e fez o convite na frente de toda a comunidade, eu aceitei. Daí continuo sendo rainha da Vila e sigo me comunicando com eles, procurando ajudar da melhor maneira possível.”

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.