Saiba como evitar a síndrome da “bunda morta”

Imagem da Assessoria

Você já parou para pensar quantas horas do seu dia permanece sentado? Ficar muito nessa posição pode fazer com que o músculo glúteo médio, um dos mais importantes dessa região, deixe de funcionar corretamente, causando a chamada “amnésia dos glúteos” ou “síndrome da bunda morta”.

 

Pode soar estranho, mas o glúteo médio ajuda a estabilizar a pélvis e quanto ele não funciona corretamente pode causar dores na região da lombar e quadris. Também pode provocar  problemas no joelho e tornozelo, já que seu mal funcionamento sobrecarrega outras partes do corpo para compensar esse desequilíbrio.

 

Mas calma! É possível cuidar para que o problema não aconteça e também tratar em caso de incidência. O biomédico esteta José Henrique dos Santos, da clínica Corpuss (SCS Qd 2) atende em seu consultório muitos casos de pessoas com o glúteo enfraquecido. “Muitas vezes, a pessoa tem apenas o incômodo estético, o que já afeta a autoestima. Porém, a situação pode se agravar, afetando a saúde”, explica.

 

Para ele, o problema é que muitas vezes, a falta de tempo impede que se dedique à prática de atividades físicas. Nestes casos, a técnica pump pode auxiliar no tratamento. “O método utiliza duas ventosas, uma em cada glúteo, para sugar a região. O resultado é um bumbum mais empinado, durinho e bonito, com cara de glúteo malhado. Uma sessão equivale a 2 mil repetições de exercícios para o bumbum”. O profissional explica que essa pressão negativa tonifica a musculatura, ativando os sistemas circulatório e linfático.

 

A falta de tempo também é uma queixa recebida pelo personal trainner Thiago Salles. Mas, apesar da correria do dia-a-dia, ele conta que é possível aproveitar as pequenas oportunidades do dia para trabalhar o glúteo. “Ao invés de pegar o elevador, se jogue nas escadas. É um ótimo exercício para movimentar essa área. Em casa, afaste as pernas com uma passada larga, e repita agachamentos até quase a coxa tocar a batata da perna por trás”.

Como especialistas identificam a doença?

Uma das formas de identificar o problema é o teste Trendelenburg, exame físico onde a pessoa, em pé, levanta uma das pernas. Se a pelve ‘afunda’ no lado do corpo onde a perna é levantada, isso indica fraqueza no glúteo médio do lado oposto. Outro sinal é a curva nas costas de uma pessoa, que também pode sugerir “amnésia glútea”. Enquanto a coluna lombar (ou parte inferior das costas) deve formar naturalmente uma forma de S, uma curvatura mais extrema pode indicar que os flexores do quadril são tão apertados que estão puxando a coluna para frente.

 

Corpuss Estética Avançada

Unidade Asa Sul

Endereço: Setor Comercial Sul Quadra 2 Ed. Bacarat Sala 908 – Brasília-DF

Telefone: (61) 3224-1830

 

Unidade Águas Claras

Endereço: Rua 13 – quadra 204 Lote 02, sala 33 – Ed. Alfa Mix – Águas Claras – Brasília-DF

Telefone: (61) 3567-6952

Por Mônica Marques Assessora de Imprensa Prezz Comunicação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*