Projeto Controladoria na Escola vai alcançar 3 mil estudantes de 100 escolas públicas do DF

Reprodução /Redes sociais

O segundo semestre de 2017 proporcionará aos estudantes dos 8° e 9° anos do ensino fundamental e do Ensino médio das escolas públicas do Distrito Federal uma boa oportunidade de formação cidadã. Acontece nesta terça-feira, dia 22, às 14:30, no Salão Branco do Palácio do Buriti, o lançamento do 1º Prêmio Escola de Atitude.

Com uma lógica de gincana, a premiação é mais um estímulo para participar do Projeto Controladoria na Escola, que está no seu segundo ano.

A proposta é que 100 escolas inscrevam-se para participar, com um alvo de alcançar 3.000 estudantes.  A unidade vencedora receberá R$50 mil para melhorar sua estrutura. No total serão R$ 140 mil distribuídos entre as 10 primeiras escolas classificadas. Os professores orientadores do projeto das 10 escolas vencedoras receberão bolsas de mestrado e pós-graduação, oferecidas pelo Fundo Pró-Gestão, da Escola de Governo.

O Projeto Controladoria na Escola é uma iniciativa da Controladoria-Geral do DF e tem por objetivo oferecer uma experiência no ambiente da escola que promova a cidadania ativa nos seus estudantes. Tendo como atividade central uma auditoria cívica, na qual os estudantes serão levados a registrarem os problemas do ambiente escolar, identificarem suas causas e perceberem que fazem parte da solução.

Depois que os estudantes reconhecerem os problemas da sua escola e refletirem sobre eles, serão convidados a escreverem um desafio. Esse desafio é uma ação pensada, estruturada, organizada e executada pelos estudantes, para mudar algum aspecto da realidade da escola.

Para executar a auditoria cívica e apresentar o desafio escolhido as escolas utilizarão uma ferramenta desenvolvida pela Controladoria Geral do DF dentro do aplicativo “Monitorando a Cidade” (MIT/USP).

No ano de 2016 esse projeto foi executado em 10 escolas e apresentou bons resultados. No CEF 404 de Samambaia, por exemplo, os estudantes, depois de apontarem problemas de limpeza no pátio e nos banheiros, se reconheceram como os responsáveis e mudaram de atitude. Também, achavam que a merenda podia ser melhor. Assim planejaram e executaram uma horta. A escola mudou.

São parceiras da CGDF nesse projeto a Secretaria de Educação, a Secretaria do Planejamento e o grupo de Educação Fiscal (GEF/DF).

As escolas interessadas deverão fazer sua inscrição na página www.controladorianaescola.df.gov.br até às 23h59 do dia 15 de setembro ou até que as primeiras 100 escolas se inscrevam.

Por ASCOM CGDF

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*