Professores brasileiros de judô farão curso no Japão

Imagem do portal Brasil

Para incentivar o ensino do judô em escolas públicas no Brasil, sete professores brasileiros da modalidade serão escolhidos pelo Ministério do Esporte para passarem três semanas em curso da arte marcial no Japão.

A próxima edição dos Jogos Olímpicos será sediada naquele país e professores de todo o Brasil concorrem à viagem, que também terá apoio do governo japonês para o custeio das passagens, moradia e alimentação. Na volta para o Brasil, as escolas em que eles trabalham serão contempladas com aulas de judô.

“Serão escolhidas escolas para receber as aulas de judô para as crianças do ensino fundamental, com toda a filosofia do judô japonês, que visa à disciplina, ao respeito e à qualidade de vida. As escolas serão subsidiadas pelo Ministério do Esporte, por meio de convênio com a CBJ, para a compra de dojô e o pagamento do salário dos professores”, explicou o secretário nacional de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Luiz Lima.

Durante o curso, os profissionais receberão orientações sobre formas de aquecimento, técnicas de judô e medicina do esporte. Segundo a embaixada do Japão, a ideia do programa é desenvolver a técnica do esporte e também levar as práticas do judô para o desenvolvimento da educação na formação dos estudantes no Brasil.

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) ainda oferece o Curso Nacional de Capacitação de Técnicos de Judô e o Avança Judô para implantar a metodologia de ensino do judô em escolas, que atende mais de 3,5 mil jovens de 6 a 16 anos. As informações são do portal Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*