Domingo, 09 de Agosto de 2020

Política
Quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2020, 09h:32

COMISSÃO DE ÉTICA

Veja vídeo usado como base para votos pela cassação de Abílio

Gazeta Digital

O processo que pode levar a cassação do vereador Abílio Junior (PSC) contou com uma gravação feita pelo próprio parlamentar. No vídeo, Abílio diz que está sendo ameaçado pelos vereadores. A mídia foi apresentada nesta quarta-feira (12), durante votação do relatório que pode levar a cassação do vereador no conselho de ética da Câmara Municipal de Cuiabá. 

O relator, vereador Ricardo Saad (PSDB), baseou seu voto no vídeo em que Abílio fala da ameaça que teria recebido de vereadores e também no caso de uma suposta invasão ao hospital São Benedito.

 

Sobre a última acusação o vereador se defendeu dizendo que era o presidente da CPI da Saúde e que teria poder de polícia para entrar em órgãos investigados. Também ressaltou que as investigações ajudaram na Operação Sangria, que levou a prisão do ex-secretário de Saúde, Huark Douglas. 

 

Até o presidente da comissão de ética, vereador Toninho de Souza (PSD), pediu para ver o vídeo em que Abílio relata à ameaça que teria recebido de vereadores antes de proferir o seu voto. 

No vídeo, o parlamentar cita ameaças que recebeu de diversos vereadores. Também diz que o presidente da Câmara, vereador Misael Galvão (PTB) sempre o repreende quando ele faz críticas. 

 

Todos os membros votaram com o relator que optou apontou quebra de decoro parlamentar do vereador. O caso será levado para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois será apreciado em plenário. 

Parlamentares de oposição alertaram que a comissão pode invalidar provas da Operação Sangria. 

 

Vídeo

 
Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.