Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021

Política
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2020, 15h:06

REPRESENTATIVIDADE FEMININA

Michelly Alencar: “Farei a política limpa”

Em visita ao Notícia Max, a vereadora eleita contou sobre como pretende atuar na Câmara Municipal

Notícia Max

Notícia Max

A grande novidade na eleição municipal deste ano em Cuiabá é que a partir de 2021, o Legislativo cuiabano contará com duas vereadoras, algo visto pela última vez em 2012.

Michelly Alencar, filiada ao partido Democratas é uma delas. Conquistou a cadeira no último dia 15 após receber 2.841 votos. Além dela, Edna Sampaio (PT), alcançou a vitória nas urnas com 2.902 votos.

Em sua campanha eleitoral, Michelly que também é jornalista contou com apoio da primeira-dama, Virginia Mendes, bem como do governador do Estado, Mauro Mendes (DEM).

Em visita ao Notícia Max, a vereadora eleita contou sobre como pretende atuar na Câmara Municipal e afirmou que trabalhará de forma completa, não decepcionando a população e aqueles que a elegeram.

“Mais do que a mudança de se ter uma mulher na Câmara, é ter aquela mulher que governe realmente da maneira que todos esperam. Já estamos colhendo frutos da construção do papel da mulher. É fazer uma boa política limpa, aquilo que na essência o vereador se propõe a fazer. É fiscalizar sim, legislar, propor, indicar, enfim pensar em políticas públicas para tratar com o prefeito para que a população seja beneficiada”, disse.

Michelly destaca que terá três principais bandeiras: Mulher, Esporte e Social, todas ligadas por um único elo entre si, o amor pelas pessoas, beneficiando-as.

“Eu e a Virginia já temos atuações juntas na parte social tem um tempo. Quando eu falo do social é trabalhar de forma que as pessoas sejam alcançadas e beneficiadas. Tudo bem que o Legislativo não é tanto da execução, tem um órgão que é para o Executivo, mas no Legislativo a gente pensa em políticas públicas”, completou.

Sobre a continuidade da união com Virginia, a jornalista destaca que toda ajuda é prol do bem estar das pessoas será bem-vinda para construção de uma boa gestão.

“Depois que a gente se propõe a entrar na política e a escolha que eu tive que fazer, deixar de priorizar o individual e pensar no coletivo, entendemos que trabalhamos por grupo, ou seja, quem ajudou, quem pensou, lutou e apoiou, provavelmente serão as pessoas que vão nos ajudar a construir a gestão, e a Virginia é uma delas. Com a nossa união a população vai ganhar mais”, acrescentou.

Em outro ponto, a vereadora eleita chama atenção para situação de abandono vivida por algumas famílias em bairros da Capital, com a falta de condições básicas para sobreviver.

“As pessoas estão esquecidas. Quem mais precisa está nos bairros que nem tem a sua regularização fundiária. Elas não têm o básico. Isso é, a criança não tem um leite, uma fraldinha, os pais não terem o teto da casa, iluminação pública. São coisas tão básicas que a gente precisa olhar para elas que estão na ponta e precisam ser consideradas”, elencou.

Planos na Casa de Leis
Ao ser questionada se após assumir a cadeira, em janeiro de 2021, pleiteia alguma cargo especial interno na Casa de Leis, como por exemplo a presidência, Michelly frisou que não pensou no assunto, no entanto, a possibilidade não está descartada.

“Ainda não pensei nisso. Fiz uma campanha pensando em dar meu melhor, independente do resultado. Em dar meu máximo, atingir o máximo, pois uma coisa era muito clara dentro de mim”, contou.

“Não tive tempo em descansar ainda e pensar nessa estrutura. Estou falando da vitória agora e focada em ajudar no segundo turno. Não está descartado, tudo é conversado”, adiantou.

União feminina
De acordo com a vereadora eleita, ela tem recebido muitos questionamentos a cerca de uma possível dificuldade em trabalhar em conjunto com Edna Sampaio, uma vez que seus posicionamentos políticos diferem, no entanto, possuem um objetivo em comum que é as causas femininas e segundo ela isso será priorizado.

“Nós temos os mesmos propósitos, ela tem as lutas dela, bandeiras e eu as minhas, entretanto temos uma luta em comum que é a mulher e eu acho que quando temos o mesmo objetivo na política, precisamos priorizar isso”, salientou.

Por fim, Michelly reforça que sua finalidade é honrar os princípios de Deus e abençoar as pessoas.

“Quero entregar o mandato e ver as pessoas falando: 1Cara ela fez muito, ela entregou o serviço, têm serviços prestados1. Quero ter um bom prefeito, que faça o melhor por Cuiabá e deixe a gente trabalhar, não somente fiscalizar e sim trabalhar para pessoas, pois foi o que me comprometi e isso eu quero fazer muito”, finalizou.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.