Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020

Política
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2020, 11h:08

CRITICOU OS CAMPOS

“Estão com medo porque sabem que vão perder a teta”, diz Frical

Candidato diz que família Campos fez da Prefeitura de Várzea Grande a sua própria empresa

Fonte: Midia News

Divulgação

O empresário Flávio Frical, candidato a prefeito de Várzea Grande

Um dos candidatos de oposição na corrida pela Prefeitura de Várzea Grande, o empresário Flávio Frical (PSB) afirmou ver certo desespero por parte dos apoiadores do candidato da situação, Kalil Baracat (MDB), que temem perder as “benesses” que conquistaram nos últimos anos à frente do Executivo Municipal.

Frical refere-se principalmente à família Campos que por mais de 30 anos comandou a Prefeitura da cidade.

O que a gente está vendo hoje é a junção de todas essas famílias que falaram que eram adversários para tentar ganhar a eleição

“Nunca houve uma oposição de fato em Várzea Grande. Teve Walace [Guimarães], que nunca foi oposição, sempre foi do grupo deles. Teve [Murilo] Domingos, que nunca foi oposição, tanto que o Toninho [Domingos, irmão de Murilo] sempre foi filiado ao DEM e foi vice de Jaime [Campos]”, afirmou.

“O que a gente está vendo hoje é a junção de todas essas famílias que falaram que eram adversários para tentar ganhar a eleição. Sabe por quê? Porque eles estão vendo a possibilidade de realmente uma oposição ganhar na Várzea Grande e se, a gente ganhar, eles sabem que a teta deles lá [Prefeitura] vai acabar”, declarou.

Frical afirmou que diferente deles, caso perca a eleição, retornará aos trabalhos na sua empresa.

Já os adversários, segundo o candidato, ficarão desempregados, pois, a "empresa deles é a Prefeitura"

“Se eu não ganhar eleição, vou voltar para a minha empresa, tocar a minha vida e seguir em frente. E eles? Vão para onde? Eles têm mais de 4 mil funcionários que não servem para nada lá dentro da Prefeitura. Todos eles vão ficar desempregados e vão sentir na pele o que o várzea-grandense sente hoje: ter que procurar emprego e não achar”, disse.  

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.