27 de Maio de 2017

Facebook Twitter Google Plus rss
Mapa do Brasil
Quinta, 20 de abril de 2017, 06h18 Tamanho do texto A- | A+


POLÍTICA

Câmara repete votação e consegue aprovar urgência que acelera reforma trabalhista

Imagem da Agência Brasil

Clique para ampliar



Sob protestos da oposição, a Câmara aprovou, na segunda votação em menos de 24 horas, a urgência para acelerar a reforma trabalhista. Depois de rejeitar na noite de terça-feira a urgência, a base governista preparou um novo requerimento para votar pela segunda vez a medida que antecipa a apreciação da reforma.

 

A oposição defendeu que repetir a votação da urgência de um mesmo tema contraria as regras da Câmara. O deputado Paulo Teixeira, do PT, apelou para o presidente retirar a urgência de pauta. Mas não teve jeito. O presidente da Câmara Rodrigo Maia manteve a votação. O líder do PPS, Arnaldo Jordy, da base governista, disse que o partido mudou de opinião em relação à urgência após negociação com o relator da reforma trabalhista.

 

Por acordo, o reforma deve ser votada na Comissão no próximo dia 25 e no plenário no dia 26, próxima quarta-feira. O governo defende que a reforma é necessária para reduzir o desemprego, como argumentou o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia. Já a oposição diz que as mudanças vão precarizar as condições do trabalhador, como defendeu o líder da Rede, deputado Alessandro Mollon.

 

A reforma trabalhista prevê que o acordo firmado entre patrões e trabalhadores prevaleça em relação a legislação em diversos pontos, como jornada de trabalho e pagamento de férias. Também acaba com a contribuição sindical obrigatória, e regulamenta o trabalho à distância e o intermitente, ou seja, sem horários fixos. As informações são da Radioagência Nacional



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Enquete

Quantas vezes você já doou sangue?

Uma vez

Duas vezes

Três ou mais

Nunca

  • Parcial Votar

PREVISÃO DO TEMPO

NEWSLETTER

Preencha o formulário abaixo para
receber nossa newsletter:




Copyright © 2014 Brasil Notícia - Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.