Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Política
Sexta-feira, 03 de Abril de 2020, 16h:31

44% aprovam os governadores

Aprovação de Bolsonaro confirma curva negativa: 28% aprovam e 42% rejeitam

Fonte: Poder 360

Sérgio Lima/Poder360 - 1º.abr.2020

A curva de aprovação de Jair Bolsonaro confirmou uma lenta, gradual e contínua queda na pesquisa divulgada pela XP Investimentos. Eis a íntegra (3Mb). Em fevereiro, 34% diziam achar o governo federal ótimo ou bom. A taxa oscilou para 30% em meados de março. Agora, está em 28%, em levantamento realizado nos dias 30 e 31 de março e 1º de abril.

Como a margem de erro da pesquisa da XP é de 3,2 pontos percentuais, não estava claro ainda no início de março se Bolsonaro estava de fato em queda. Agora, fica registrado que sim: houve uma dilapidação na popularidade do presidente –embora ele se mantenha perto da faixa de 30% de apoio que tem entre os eleitores já há algum tempo.

A XP entrevistou 1.000 pessoas, em todo o território nacional de 30 de março a 1º de abril. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

A queda na avaliação do presidente coincide com melhora da imagem do Congresso Nacional e dos governadores. O percentual de pessoas que consideram o Legislativo federal ótimo ou bom passou de 13% em fevereiro para 18% em março. A avaliação negativa caiu de 44% para 32%.

Já a avaliação dos líderes estaduais como ótimos ou bons foi de 26% para 44%. A fatia dos que os consideram ser ruins ou péssimos diminuiu de 27% para 15%.

Bolsonaro diverge dos governadores e do Legislativo em como deve ser feito o isolamento para evitar a proliferação do novo coronavírus, que causa a covid-19. O presidente defende que apenas os idosos e grupos de risco devem fazer quarentena. Já os líderes estaduais dizem que o isolamento deve se estender a toda a população.

Nesta semana, nos dias em que a pesquisa estava sendo feita, Bolsonaro variou o discurso. Em 31 de março, baixou o tom em 1 discurso em rede nacional e não criticou o isolamento, como vinha fazendo. Na 4ª feira (1º. mai) de manhã, compartilhou 1 vídeo sobre o suposto desabastecimento do Ceasa de Belo Horizonte (MG) –informação depois desmentida por reportagem da rádio CBN– e voltou à carga contra os líderes estaduais.

O ministro Luiz Henrique Mandetta é o mais bem avaliado entre as autoridades que aparecem na pesquisa. Tem aprovação de 68%.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.