Terça-feira, 23 de Abril de 2019

Polícia
Quinta-feira, 11 de Abril de 2019, 08h:21

VG

Suspeitos de homicídio são presos por tráfico e comércio ilegal de munições

Redação

Reprodução

Dois homens foram presos pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), com apoio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG) e a Polícia Militar, nesta quarta-feira (10).  O suspeito Rogério dos Santos Rafael,31, foi preso por tráfico de drogas e Edson Antônio da Silva, 58, por comércio ilegal de munições. Ambas as prisões ocorreram no bairro Serra Dourada, em Várzea Grande.

Os dois foram presos durante cumprimento de mandados de busca e apreensão, decretados pela 1ª Vara Criminal de Várzea Grande, nas investigações do homicídio ocorrido na Passagem da Conceição, que vitimou Igor Paulo Taques Pereira de Figueiredo, no último dia 30 de março.

O corpo da vítima foi encontrado na manhã do dia 31 de março, em uma estrada de chão , com perfurações projétil de arma de fogo na cabeça e amarras nos braços e pernas.

As buscas resultaram na apreensão de drogas e munições e na prisão em flagrante de Rogério dos Santos Rafael,31, por tráfico de drogas e de Edson Antônio da Silva por comércio ilegal de munições de uso restrito e permitido.Um dos mandados foi cumprido na residência de um terceiro suspeito, onde foram apreendidos apenas objetos relacionados a investigação.

Na casa de Rogério, as equipes localizaram 30 porções de pasta base de cocaína, já embaladas para venda, duas pedras da mesma substância e R$ 486 em dinheiro trocado, característico da atividade de tráfico de drogas. No endereço do investigado, R.A.C., o “Foguinho”, nenhum objeto ilícito foi encontrado, apenas apreendendo material de interesse às investigações.

Durante as buscas na residência de Edson (onde também funciona um mercado), a princípio não foi encontrado nenhum material ilícito, sendo apreendidos apenas objetos de interesse da investigação.

Com apoio da equipe da Delegacia de Roubos e Várzea Grande (Derf-VG) e da Polícia Militar foi encontrado na casa 30 munições calibre 38 e uma munição  calibre 40, embaladas para vendas, caracterizando situação de flagrante de comércio ilegal de munições.

Diante da situação, os dois suspeitos foram conduzidos a DHPP e foram  interrogados. Os flagrantes distintos foram lavrados pelo delegado Caio Fernando Álvares de Albuquerque. 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.