Quarta-feira, 17 de Julho de 2019

Polícia
Quarta-feira, 15 de Maio de 2019, 08h:12

MAIO AMARELO

Politec participa de ações com foco na prevenção a acidentes de trânsito

Redação

As Gerências Regionais da Politec de Guarantã do Norte e Barra do Garças aderiram ao movimento Maio Amarelo, voltado à prevenção aos acidentes de trânsito. Em Guarantã do Norte, a campanha de conscientização começou nesta segunda (13), com blitzes educativas em pontos estratégicos.

O público-alvo da campanha é compostor por pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas, que estão sendo orientados e conscientizados, visando a redução dos acidentes de trânsito que geram muitas mortes.

No município, a campanha conta com o apoio das polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), secretarias de Trânsito, Saúde, Assistência Social, Educação e do Conselho de Segurança.

Nesta terça-feira (14), o Gerente Regional da Politec de Guarantã do Norte, Sandro Lucio do Nascimento, ministrou uma palestra aos alunos da escola estadual Albert Eistein com exemplos de perícias de casos reais de acidentes de trânsito.

Campanhas nas mídias sociais, panfletagem, entre outras iniciativas, também constam na programação do ‘Maio Amarelo’ que vai ser desenvolvida no período de 13 a 17 deste mês.

Em Barra do Garças, o Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), com o apoio de instituições públicas e privadas, entre elas a Politec, lançou o projeto “Sinal pela Vida”, que tem como objetivo orientar e educar a população em busca de um trânsito humanizado.

Nesta etapa, um dos principais focos é na importância de praticar a direção defensiva e respeitar a sinalização, tendo como lema a ‘Faixa de Pedestre, eu respeito – Respeitar a faixa é respeitar a Vida’.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo nasceu com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”.

O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.