Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

Polícia
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2018, 13h:38

Mato Grosso

Casado, homem gravado nu denuncia tentativa de extorsão

Da Redação

Divulgação / PJC

Fato inusitado chamou atenção das autoridades na madrugada desta quinta-feira (11), na Central de Flagrantes de Cuiabá. Homem de 35 anos foi com a esposa até a delegacia para informar que uma pessoa está usando perfil falso nas redes sociais com objetivo de extorqui-lo.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a suspeita, que se identifica como “Bangaly Diane”, estaria em conversa com a vítima há alguns dias nas redes. Após gravações, decidiu divulgar vídeos em que mostram o pênis do homem, além de afirmar que ele é pedófilo, já que teria filmado cenas pornográficas na frente de crianças.

Tudo começou quando a suposta mulher mandou convite de amizade no Facebook. Depois de aceitar, o homem atendeu uma ligação de vídeo e logo nas primeiras falas, a mulher tirou a roupa.

Empolgado, o homem fez a mesma coisa. Retirou as roupas e começou a mostrar seu órgão genital. 

Bangaly passou a coagi-lo, pedindo quantias em dinheiro para que não divulgasse o vídeo.

Já na madrugada de hoje, o homem recebeu uma nova chamada. A suspeita falava que se não recebesse R$ 20 mil, iria espalhar o vídeo em todas as páginas da internet.

A vítima afirmou que não tinha condições de pagar pelo valor e a suspeita pediu R$ 1,500 para não divulgar o vídeo e deu um novo prazo para pagamento.

Nas primeiras horas desta quinta-feira, foi possível acessar partes do vídeo que mostra o órgão genital do homem. A pessoa afirma no Facebook que o acusado era pedófilo e gravou cenas fortes na frente de uma criança de 11 anos.

Devido aos fatos, o homem decidiu contar à esposa. Ambos procuraram a polícia.

O caso é apurado pela Polícia Civil (PJC).

 

Com informações e texto do Gazeta digital

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.