Polícia Federal investiga desvios de R$ 2 milhões de merenda escolar no Amapá

Imagem da Agência Brasil

A Operação Senhores da Fome, para investigar o desvio de recursos destinados à merenda escolar no Amapá, foi deflagrada hoje (31) pela Polícia Federal (PF). Os policiais estão desde as primeiras horas da manhã cumprindo quatro mandados de prisão temporária, sete de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão, todos em Macapá.

“A operação investiga a atuação de empresários, diretores de escolas e servidores da Secretaria de Educação do Estado do Amapá no desvio de aproximadamente R$ 2 milhões, destinados à merenda escolar de vários municípios do estado. Com o desvio, pelo menos 52 escolas da capital amapaense ficaram sem os alimentos da agricultura familiar”, diz a nota da PF.

As investigações constataram que, no início de 2016, vários diretores de escolas firmaram um termo em que atestavam o recebimento dos alimentos, mas sem que isso ocorresse. Segundo a PF, algumas dessas entregas de alimentos teriam sido realizadas no período de férias escolares, quando não há alunos nas escolas.

Cerca de 100 policiais federais participam da operação. Conforme a conclusão das investigações, o  suspeitos poderão responder, de acordo com a conclusão das investigações, pelos crimes de peculato, associação criminosa e falsidade ideológica. As informações são da RadioAgência Nacional.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*