Polícia Federal desarticula grupo criminoso de contrabando em RR

Imagem ilustrativa: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (19) a Operação A Máquina, para desmantelar associação criminosa investigada por atuação em crimes de contrabando, consistente na importação de mercadorias ilícitas da República Cooperativista da Guiana.

Estão sendo cumpridos um mandado de prisão contra o chefe da associação criminosa; cinco mandados de busca e apreensão, em Boa Vista e Bonfim/RR; e um mandado de afastamento de um policial militar de Roraima que atuava no município fronteiriço de Bonfim/RR, com apreensão da sua arma e identidade funcional. A Polícia Militar está participando da deflagração da operação policial. Os mandados foram deferidos pela Justiça Federal em Roraima após representação em Inquérito Policial instaurado em agosto de 2016.

A investigação apurou que o investigado preso preventivamente chefiava a associação, repassando as ordens aos demais; o policial militar dava informações sigilosas para os demais sobre horários de patrulha, escala e localização das viaturas; duas investigadas atuavam em Bonfim/RR fornecendo informações e outro investigado agia como transportador da mercadoria ilícita.

O nome da operação remete ao jargão “come a máquina”, utilizado pelo chefe da associação criminosa, quando determinava aos demais integrantes o início do cometimento dos ilícitos transfronteiriços.
As informações são da ASCOM Polícia Federal.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*