MPF denuncia 16 envolvidos em tráfico internacional de armas

Reprodução/Divulgação

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro denunciou 16 pessoas envolvidas em tráfico internacional de armas. A acusação foi resultado de investigação iniciada a partir da apreensão, no dia 1 de junho deste ano pela Polícia Civil, com apoio da Polícia Federal, de 60 fuzis, 60 carregadores e 140 munições no Aeroporto Internacional Tom Jobim, Galeão, vindos de Miami, Estados Unidos .

Segundo as investigações que tiveram início em 2014, nas declarações de importação, constavam aquecedores e bombas d’água.  No entanto, o que chegaram era as carcaças dos produtos declarados. No interior estavam escondidos armas de fogo, acessórios e munições de uso restrito. O MPF constatou que esse movimento ocorreu 75 vezes.

A estimativa é que, durante esse três anos, entraram no território brasileiro, quase trezentas mil munições e pelo menos mil e 40 fuzis com carregadores. As armas eram adquiridas por valores entre 2 mil e 500,00 a 3 mil e 500,00 dólares, entre 7 mil e 500 a 8 mil e 500 reais, aproximadamente e vendidas por valores entre 37 mil e 500 e 53 mil reais para integrantes de facções criminosas que estuam no estado.

Os denunciados responderão pelos crimes de organização criminosa, tráfico internacional e comércio ilegal de armas de fogo, munições e acessórios de uso restrito.

A denúncia foi recebida pela Oitava Vara Federal Criminal do Rio que também determinou, a prisão preventiva de quatorze dos denunciados. As informações são da RadioAgência Nacional/Central de conteúdo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*