Motobombas levam águas do São Francisco à região metropolitana de Fortaleza

Os equipamentos irão acelerar a passagem da água ao longo de 260 quilômetros de canais e reservatórios do Eixo Norte do Projeto São Francisco

Imagem do portal Brasil

Parceria entre o governo federal e o governo de São Paulo vai possibilitar um novo acordo para a cessão de quatro conjuntos de motobombas que irão acelerar a chegada da água do Rio São Francisco à região metropolitana de Fortaleza.

A medida será assinada nesta segunda-feira (21) entre o Ministério da Integração e o governo do estado. A iniciativa irá beneficiar diretamente mais de 7,1 milhões de pessoas em quatro estados.

A água será transportada por mais de 260 quilômetros de canais e reservatórios do Eixo Norte do Projeto São Francisco para beneficiar, além da capital cearense, os estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Essa é a segunda parceria do tipo firmada entre as duas esferas de governo. Em dezembro de 2016, acordo semelhante permitiu antecipar a chegada da água pelo Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco à região de Campina Grande, na Paraíba, evitando o colapso no abastecimento para quase um milhão de moradores de 18 cidades.

Equipamentos

Os equipamentos disponibilizados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) estão no município de Sertânia (PE). Depois de agilizar o enchimento das barragens do Eixo Leste do projeto em Pernambuco, as motobombas serão utilizadas na manutenção das estruturas, que estão em fase de pré-operação.

Após a conclusão desses serviços, as máquinas serão transportadas para o Eixo Norte e poderão ser instaladas ao longo dos 15 reservatórios do trecho, de acordo com o avanço das águas do Rio São Francisco. A previsão é de que o deslocamento das bombas ocorra em até 90 dias. O aditivo ao Termo de Cessão de Uso Não Oneroso irá ampliar em mais 180 dias o empréstimo das motobombas.

Garantia de água

O Projeto de Integração do Rio São Francisco possui dois eixos: o Leste, inaugurado em março deste ano, para atender a Pernambuco e Paraíba, e o Eixo Norte, que possui 94,9% das obras finalizadas e vai beneficiar, além desses dois estados, também Ceará e Rio Grande do Norte.

A expectativa do governo federal é de que o Eixo Norte seja totalmente concluído até o primeiro trimestre de 2018.

As informações são do Ministério da Integração

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*