Mercado imobiliário no Brasil: melhor comprar ou alugar?

Imagem da Assessoria

Com o mercado imobiliário brasileiro passando por constante especulação, surge a dúvida: comprar ou alugar? E agora, como tomar a decisão?

Tudo depende do planejamento. Se é um imóvel lançado há pouco, vai levar ao menos três anos para ser entregue. Por outro lado, a espera pode compensar, pois, comprando na planta, o bem supervaloriza.

Exemplo: apartamentos a venda de dois quartos, com condomínio que tenha elevador e cerca de dez andares, você gasta na planta por volta de R$ 170.000,00. Com uma média de R$ 40.000,00 de entrada (média de algumas regiões brasileiras segundo o portal Agente Imóvel).

Ao ser entregue, esse imóvel valerá, pelo menos, R$ 300.000,00. Você pode comprar primeiro e ao ficar pronto, vender. E assim ir atuando. O lucro, nesse simples exemplo, foi de R$ 130.000,00.

Já ao alugar, você poderá enfim ter o seu imóvel e assim, viver segundo as suas regras. Muita gente vive hoje com familiares e sonha em ter o seu “cantinho”. É uma escolha de liberdade sem igual e uma boa opção para quem não tem capital para investir em algo próprio. Por isso, tudo depende do planejamento.

Quem compra um imóvel passa por vários sacrifícios financeiros; quem aluga não tem um investimento inicial tão grande e passa a ter a tão sonhada liberdade. Nada impede também, de morando de aluguel, você se planejar e fazer um financiamento para a casa própria.

Se a mudança precisa ser urgente, algo que não dê para esperar e que vai mudar a sua vida para melhor, é momento de alugar mesmo! Agora, se consegue se planejar e comprar algo, opte por investir no mercado imobiliário.

Escolha uma boa construtora e um corretor que transmita confiança, fuja de promessas milagrosas e boa sorte com os gastos e papelada. Não se esqueça: todo contrato de financiamento de imóvel deve ser fechado e assinado em uma agência da Caixa

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*