23 de Abril de 2017

Facebook Twitter Google Plus rss
Mapa do Brasil
Terça, 07 de março de 2017, 11h05 Tamanho do texto A- | A+


MEIO AMBIENTE / MEIO AMBIENTE

Transposição de águas do Rio São Francisco começa a funcionar

Imagem da Agência Brasil

Clique para ampliar



Apesar do rompimento parcial no Rereservatório Barreiro, ocorrido na última sexta-feira no município pernambucano de Sertânia, a passagem de água para o restante do trajeto do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco será feita e a água seguirá para a Paraíba.

 

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, visitou nesta segunda-feira a barragem danificada e confirmou para sábado a cerimônia que marca a chegada da água na Paraíba, no município de Monteiro, com a presença do presidente Michel Temer.

 

Sonora: “Estamos certos, pelos laudos apresentados pela equipe técnica contratada pelo Ministério, que está solucionada a contenção da água. Vamos continuar trabalhando para identificar razões que deram causa a este problema e a recuperação da área danificada, porém está liberado no sentido da elevação da cota do reservatório de Barreiro que permitirá a continuidade do curso das águas até o reservatório de Campos, que permitirá a entrega de água para Sertânia e a chegada da água na Paraíba”, afirmou. “A nossa previsão é que possamos, no próximo sáabdo, fazer a entrega da água na Paraíba com a presença d oPresidente da República”, completa posteriormente.

 

A inauguração estava prevista para o dia nove de março, mas foi adiada pelo vazamento do reservatório localizado em Sertânia. Parte da estrutura se rompeu e alagou comunidades pelo caminho. 60 famílias foram retiradas de casa, e plantações e animais foram perdidos no alagamento. O reservatório fica no Eixo Leste da Integração do São Francisco e começou a funcionar há uma semana. O ministro Helder Barbalho informou que as causas do rompimento estão em investigação. Para conter o vazamento foram usadas pedras de grande porte, montando uma espécie de dique no local.

 

Depois de Pernambuco, a água da transposição segue para Monteiro, município da Paraíba, onde duas barragens são consideradas estratégicas para receber a água: Poções e Camalaú. Preocupado com a segurança do sistema, o Ministério Público Federal na Paraíba recomendou ao Ministério da Integração que, antes de iniciar a operação no lado paraibano, elabore laudo pericial para comprovar que o vazamento no reservatório Barreiro não comprometeu a estrutura da barragem. A recomendação pede ainda que o Ministério assegure que a vazão da água será suportada pelos reservatórios da Paraíba. Ambos estão com as obras de recuperação inacabadas, segundo a procuradora da República Janaína Andrade.

 

Sonora: “Falta tudo. A obra de Poções começou há cerca de 15 dias. Sequer existe tubulação para o fluxo complementar de água que se quer trazer da barragem” + CRÍTICAS... comunicada oficialmente de que não há plano de segurança ou plano de emergência para os dois açudes paraibanos.

 

Sobre o caso específico de Barreiro, Janaína diz que o local não foi fiscalizado pelo MPF da Paraíba por estar em Pernambuco, mas questiona as obras de contenção feitas depois do vazamento.

 

Sonora: “Nas análises feitas junto com o perito do Ministério Público Federal, ela não é um obra de engenharia para uma contenção de uma vazamento daquela proporção. Ali foram colocadas rochas e areias que são permeáveis do jeito que estão, que facilita a passagem da água e inclusive podem aumentar o dano em caso de vazamento” + “Seria uma contradição inaugurar [a nova etapa do Eixo Leste] se ela não tem nenhum laudo que comprove se o rompimento comprometeu e se os açudes têm condições de receber as águas”.

 

Ficou estabelecido o prazo de cinco dias para que o governo federal se manifeste sobre o acatamento da recomendação. Esta Quarta-feira é o último dia para resposta. Em nota, o Ministério da Integração Nacional afirmou que vai fornecer as informações solicitadas.

 

Já o Ministério Público Federal em Pernambuco  (MPF-PE) instaurou procedimento administrativo para averiguar as circunstâncias do rompimento da barragem em Sertânia. (As informações são da Agência Brasil).



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Enquete

Quantas vezes você já doou sangue?

Uma vez

Duas vezes

Três ou mais

Nunca

  • Parcial Votar

PREVISÃO DO TEMPO

NEWSLETTER

Preencha o formulário abaixo para
receber nossa newsletter:




Copyright © 2014 Brasil Notícia - Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.