Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021

Justiça
Terça-feira, 24 de Novembro de 2020, 11h:19

SAÍNDO DA CRISE

Justiça homologa recuperação de construtora que deve R$ 1,2 mi em MT

Acto Arquitetura Construção e Urbanismo move um processo de recuperação judicial desde 2018 no Poder Judiciário de Mato Grosso

Fonte: Folha Max

Divulgação

A juíza Anglizey Solivan de Oliveira, do Poder Judiciário de Mato Grosso, homologou o plano de recuperação judicial da Acto Arquitetura Construção e Urbanismo, empresa que tem dívidas de R$ 1,2 milhão. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (23).

Com a medida, ficam nulos os itens da empresa que estariam à venda para saldar os débitos com os credores uma vez que o plano de recuperação foi homologado. A empresa, inclusive, só poderá alienar os bens que componham seus ativos que não estejam identificados no plano de recuperação, que move desde o ano de 2018 no Poder Judiciário Estadual.

De acordo com informações do processo, a construtora justifica a crise diante da execução de obras para o Poder Público em vários Estados do Brasil. A organização relata dificuldades para receber pelos serviços prestados, além da utilização de empréstimos junto a instituições financeiras para a garantia da continuidade das obras.

“Alegam que a forte carga tributária, os obstáculos encontrados na execução das obras junto ao Poder Público, a falta de pagamento pelos serviços prestados, além das dificuldades encontradas nos últimos anos, como a falta de mão de obra especializada e a supervalorização daquela disponível, são os principais fatores que afetaram o grupo”, diz a empresa em seu plano.

 

Eventuais modificações do plano de recuperação judicial deverão ser analisadas pela assembleia de credores antes da sentença de encerramento do processo.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.