Terça, 25 de abril de 2017, 18h58
TURISMO
Entrada de turistas sul-americanos no Brasil cresceu 9,1% em 2016

Da Redação

A entrada de sul-americanos no Brasil aumentou 9,1% entre 2015 e 2016, segundo o Anuário Estatístico do Turismo 2017. O resultado é acima da média, já que, no total, as chegadas ao Brasil tiveram um aumento de 4,3%.

 

A Argentina continua sendo o país que mais enviou turistas para o Brasil em 2016, com aumento de 10,3%. Se em 2015, 2.079 milhões de argentinos vieram, no último ano, 2.294 milhões visitaram o País.

 

O Paraguai ultrapassou o Chile e alcançou o terceiro lugar, com mais de 315 mil visitantes, acréscimo de 4,9%. Entre os países estratégicos sul-americanos, a Bolívia apresentou o maior incremento no ingresso de turistas ao Brasil (27,7%).

 

O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, lembrou os fatos positivos de 2016 que fizeram crescer o interesse dos sul-americanos no que o Brasil tem de melhor para oferecer.

 

"No último ano, o Brasil recebeu a Olimpíada e a Paralimpíada, garantindo mais visibilidade para os nossos destinos. Além disso, a Embratur, em conjunto com as Embaixadas do Brasil e com os Comitês Descubra Brasil, promoveu destinos brasileiros relacionados aos mais diversos segmentos turísticos. Com a análise dos mercados estratégicos, o Instituto investe em promoção de forma acertada e com o objetivo também de aumentar o fluxo de turistas na América do Sul como um todo", comentou.

 

Chegadas nos estados brasileiros

 

O Anuário Estatístico 2016 trouxe, ainda, dados da chegada de turistas ao Brasil por unidades de Federação e a variação positiva nos estados brasileiros. Santa Catarina, por exemplo, teve um acréscimo de mais de 25% de turistas de 2015 para 2016, passando de quase 150 mil visitantes estrangeiros para mais de 200 mil. O Mato Grosso do Sul também teve incremento, passando de mais de 56 mil visitantes para mais de 77 mil – aumento de 26%.

 

O Paraná apresentou aumento na chegada de turistas estrangeiros de mais de 10% (de mais de 755 mil para quase 850 mil). No Rio de Janeiro, a variação foi de pouco mais de 7%, e no Rio Grande do Sul, o aumento foi de mais de 2%, entre outros estados que também receberam mais estrangeiros na comparação de 2015 com 2016. As informações são do Portal Brasil


Fonte: Brasil Notícia
Visite o website: http://brasilnoticia.com.br/