Caldeirão Político

Segunda-feira, 14 de Setembro de 2020, 16h:21

Casa Civil: rejeição pode "fazer toda a diferença" em uma campanha

O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho

Redação

O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, acredita que índices de rejeição apontados em pesquisas eleitorais podem ser decisivos nas urnas nas eleições municipais que ocorrem no dia 15 de novembro.

 

A avaliação foi feita quando Carvalho comentava o resultado de pesquisas internas realizadas pelo DEM e citadas pelo possível candidato do partido, o ex-deputado federal Fábio Garcia, que o teriam impulsionado a entrar na corrida pelo Palácio Alencastro.

 

Isso porque tais pesquisas teriam mostrado prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) com alto índice de rejeição.

 

"Nós temos "n" casos no Brasil todo, em todas as cidades, em capitais, de candidatos que estavam em primeiro lugar nas pesquisas e também eram o primeiro lugar em rejeição. E candidatos que estavam praticamente em último lugar na pesquisa e que conseguiram dar a volta por cima e foram eleitos", disse.

 

"Então, a rejeição é um fator que tem que ser levado em consideração, é extremamente importante em uma pesquisa eleitoral e pode fazer toda a diferença na vitória de um candidato a prefeito de Cuiabá", completou.

 


Fonte: Brasil Notícia

Visite o website: brasilnoticia.com.br