Caldeirão Político

Segunda-feira, 06 de Julho de 2020, 11h:37

Hospitais referências devem criar ambiente digital

Medida contribui à evolução do tratamento amenizando a dor de pacientes isolados de familiares e amigos durante a internação

Redação

Mais um projeto de lei será apreciado pelos deputados nos próximos dias, em caráter de urgência, para amenizar o sofrimento de pacientes internados para tratamento da Covid-19. De autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), o Projeto de Lei 545/2020 assegura o acesso a um ambiente digital nas enfermarias e em espaços de tratamento dessa doença, que avança cada vez mais em Mato Grosso.

Dessa forma, a medida propõe visitas virtuais, por meio de vídeo chamadas, conforme regras de acordo com o quadro clínico de cada paciente. Botelho defende que o acolhimento familiar, mesmo que seja por meio da tecnologia, ajuda de maneira significativa na evolução do tratamento, além de acalmar paciente e familiares. A visita deverá ser solicitada previamente e atendida desde que o quadro clínico do paciente permita.

A proposta prioriza, ainda, a proteção dos profissionais de Saúde, com rigor à aplicação dos protocolos sanitários para a realização da videochamada, após autorização do profissional responsável pelo tratamento do paciente.

Com a tecnologia disponível, é possível fazer com que os pacientes sintam-se acolhidos e próximos aos seus entes queridos


“Caberão às instituições de saúde, a operacionalização e apoio logístico ao previsto nesta lei, respeitando-se as particularidades e limitações de cada equipamento e paciente”, diz trecho do projeto.

Para isso, o ambiente digital deverá conter de, no mínimo, um aparelho de telefone móvel ou tablet, com acesso à internet para o uso de pacientes.
Para Botelho, se aprovada, a nova lei fará a adequação à necessidade emergencial de Saúde, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS) que declarou estado de emergência de saúde pública de caráter internacional, decorrente da pandemia do coronavírus.

“A proposta tem a finalidade de próximo o vínculo familiar e o apoio psicológico ao paciente durante a sua internação e isolamento, já que não são permitidas visitas presenciais aos pacientes. Porém, com a tecnologia disponível, é possível fazer com que os pacientes sintam-se acolhidos e próximos aos seus entes queridos”, afirma o parlamentar, ao acrescentar que também reduz o medo, a ansiedade, a angústia de quem tem que esperar em casa a informação do paciente internado.

“Manteremos os cuidados básicos para evitar a propagação do novo coronavírus e, ao mesmo tempo, resguardamos o contato dos pacientes com seus familiares”, concluiu Botelho.


Fonte: Brasil Notícia

Visite o website: brasilnoticia.com.br