Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

Governo
Segunda-feira, 01 de Julho de 2019, 06h:54

Janaína Riva

A FRUTA NÃO CAI LONGE DO PÉ

Redação - MT

Da Assessoria

Janaína Riva é a única deputada eleita no estado de MT pelo partido (MDB), que assumiu interinamente a presidência da Assembleia Legislativa MT, enquanto o atual presidente Eduardo Botelho tirou apenas 47 dias de licença.

Logo ao assumir a presidência, a deputada sentiu falta de material para o expediente do legislativo, emplacando quase R$ 4 milhões em contratos de material de expediente e escritório.

Entre eles estão: 9 mil blocos de adesivos para recado, agendas diárias, agendas telefônicas, caixas de grampos e vários outros componentes, e mais R$ 5 milhões para gerir a gestão da TV.

Parece que o atual presidente da ALMT Eduardo Botelho, não teve o cuidado em deixar material suficiente para o expediente até a volta do recesso, ou então a deputada Janaína Riva pegou como exemplo do próprio pai “José Geraldo Riva”.
O ex - deputado da ALMT contratava velhas empresas já conhecidas de gestões anteriores, principalmente empresas citadas, que já vinham operando na época em que “José Geral era da presidência da Casa.

As empresas contratadas foram: R. Merlim Rocha da Silva, Maria dos Reis Neto Representação, Gafitte Comércio e Representação LTDA, Sete Comércio e Serviços LTDA, Comercial Prime de Móveis EIRELLI, Eliana Clementino Carnauba ME, Luasi Papeis e Livros EIRELLI, Millan Flex Comércio e Industria de Móveis e Equipamentos LTDA e Brivia comércio de Máquinas Industriais LTDA-ME.

A deputada também autorizou a contratação da empresa 4TC tecnologia LTDA-ME, com sede em Sorocaba, em São Paulo, pelo valor de R$ 5 milhões, para que forneça duas unidades móveis de transmissão para tv e rádio.

Outro contrato para a mesma área, foi com a empresa Claro S.A, no valor de R$ 753 mil, para a transmissão de sinal digital de tv e rádio.

Não é de se estranhar a atitude da parlamentar de ter herdado o exemplo do próprio pai “José Geraldo Riva” ex-deputado da ALMT, que em quase todos seus mandatos foram como presidente da assembleia ou como primeiro secretário, foi quem mais emplacou contratos caros de papelaria na Instituição.

Como diz o velho ditado filho de peixe peixinho é.

A deputada Janaína Riva que prega tanta a moralidade e honestidade, fez um estrago desse tamanho na casa em menos e 60 dias como presidente interina.
Imagina se ela fosse eleita para a presidência da Assembleia ou primeira secretária, o que ela faria? Haja papel...

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.