Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

Geral
Sexta-feira, 10 de Julho de 2020, 09h:56

UTI'S

“Temos equipamentos para abrir 200 leitos”

O que falta neste momento são os profissionais, já que são em média mil profissionais que foram afastados dos seus postos de atuação, porque foram infectados com o novo coravírus, a covid-19

NotíciaMAX

“Posso assegurar que temos equipamentos necessários para abrir 200 novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s)". Essa foi a afirmação do secretário de Estado de Saúde (SES-MT), Gilberto Figueiredo, em live na manhã desta sexta-feira (10), com os jornalistas.

De acordo com o gestor, o que falta neste momento são os profissionais, já que são em média mil profissionais que foram afastados dos seus postos de atuação, porque foram infectados com o novo coravírus, a covid-19.

Gilberto inclusive rebateu ao Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (SINDIMED/MT) que diz que há profissionais e o que faltam são condições de trabalho, ainda mais na linha de frente no combate a doença.

“A gente está procurando vencer os principais obstáculos. Faltavam esses equipamentos, agora temos para abrir os leitos. Mas nesse momento o que falta são os profissionais que estão sendo afastados de suas funções em grande volume. Às vezes em uma semana se perde 10 profissionais que atuam dentro de UTI e isso é difícil de repor. Não tem equipe parada de fora do hospital para simplesmente repor do dia pra noite. É por isso que às vezes no boletim aparece números de leitos disponíveis e não tem paciente nesse leito, porque tem baixo pessoal e gasta-se tempo pra repor. Não se pode também entubar um paciente sem sedativo, por isso que infelizmente também acontecem óbitos em enfermarias. Mas já pedimos ajuda a Organização Mundial da Saúde (OMS) para nos auxiliar a resolver esses problemas, principalmente na baixa de profissionais”, finalizou.

Balanço
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (09.07), 26.396 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 961 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

As 40 mortes mais recentes envolveram residentes de Cuiabá, Pontes e Lacerda, Várzea Grande, Sinop, Alta Floresta, Poconé, Rondonópolis, Nossa Senhora do Livramento, Campinápolis, Cáceres, Poxoréu, Campo Novo do Parecis, Porto Esperidião, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Colíder.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (5.920), Rondonópolis (1.973), Várzea Grande (1.964), Sorriso (1.192), Lucas do Rio Verde (1.131), Tangará da Serra (1.027), Primavera do Leste (1.004), Sinop (800), Nova Mutum (655), Pontes e Lacerda (608), Campo Verde (472), Cáceres (455), Colíder (368), Barra do Garças (352), Confresa (349), Sapezal (327), Campo Novo do Parecis (325), Querência (292), Peixoto de Azevedo (288) e Matupá (272).

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.