Domingo, 26 de Janeiro de 2020

Geral
Quarta-feira, 15 de Janeiro de 2020, 10h:19

Barbudo está longe de concorrer à vaga de Selma

Site desmascara Barbudo e PSL elimina sua candidatura ao Senado

Fonte: Muvuca Popular

Divulgação

A pós o site Muvuca Popular divulgar com exclusividade as contradições e posições dúbias do deputado federal Nelson Barbudo (PSL), que foi eleito na aba da popularidade de Jair Bolsonaro, mas o traiu e depois traiu os dirigentes do próprio partido, a casa caiu e Barbudo (PSL) pode estar longe de concorrer à vaga.

A cadeira para as eleições suplementares para o Senado foi deixada pela ex-senadora Selma Arruda (PODE), cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em dezembro, do ano passado, após ser acusada de caixa dois.

Nos bastidores, consta que o relacionamento de Barbudo não anda bem com a sigla desde que o presidente Jair Bolsonaro, sem partido, deixou a legenda.

O fato, a crise começou desde que Barbudo não apoiar na época a indicação do colega deputado Eduardo Bolsonaro como líder do partido na Câmara Federal. Logo, acabou indo para o lado do delegado Waldir (PSL-GO), e seu voto contrário ao projeto do presidente Jair Bolsonaro lhe rendeu vários reveses e perda de seguidores nas redes sociais.

Agora, além de ser considerado traidor e sua imagem está bem desgastada, já que até mesmo sua atuação como presidente da sigla não é bem avaliada e os apoiadores da antiga campanha para deputado federal reclamam que o mesmo abandonou a sua base.O blog Marreta Urgente, por exemplo, já confirmou que o PSL não irá apoiar a candidatura de Barbudo e ao que tudo indica Barbudo está com a ‘barba’ de molho.

1 COMENTÁRIO:










(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Emidio de Souza"major PSL17  19-01-2020 12:41:32
Emidio de Souza"major PSL17, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas