Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019

Geral
Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019, 14h:56

Lazer e inclusão

Pessoas com deficiências têm tarde de lazer em boliche

A falta de acessibilidade é das barreiras na vida das pessoas com deficiências (PCDs). Para muitos, ter um dia de lazer torna-se uma atividade quase impossível. Tentando quebrar qualquer paradigma, um grupo de pessoas com deficiência teve acesso a uma tarde de recreação no Gran Boliche, do Várzea Grande Shopping. Todos haviam participado do 1º Desfile de Moda Inclusiva e Acessível - realizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. 

A ação foi realizada por meio de um convite do sócio proprietário do local, Divino Moreira Ávila. De acordo com ele, a empresa já existe há dois anos e desde então vem desenvolvendo este trabalho beneficente. “Desde que retornamos com o Gran Boliche realizamos esta iniciativa com diversas associações do Estado.  A nossa intenção é proporcionar a essas pessoas um momento de lazer, fazer algo para o nosso próximo que não tem condição é bem gratificante”, pontuou.

Deusanir Queiroz da Costa, 45, é deficiente visual desde os 24 anos de idade. Ela conta que o convite trouxe alegria e sentimento de gratidão. “ É uma oportunidade de a gente mostrar para a sociedade que gostamos de entretenimento”, destacou.

O diretor de esporte da Associação Mato-grossense de Deficientes (Amde), Daniel Silva do Nascimento, também foi um dos convidados a participar do momento especial. “Eu já pratico o basquete e o atletismo há quatro anos, mas não conhecia o boliche. Meu sonho era participar um dia e hoje estou tendo essa oportunidade de conhecer junto aos meus colegas", disse ele, que é cadeirante. 

Dimitri Fernandes Kalinowski,19, tem a síndrome de Asperger, uma condição neurobiológica enquadrada dentro do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Ele não escondeu a alegria em conhecer o gran boliche. Sua mãe, Eliane Fernandes, disse que Dimitri é muito animado quando está em lugar diferente e fica muito pensativo quando está com outras pessoas. “É muito bom reencontrar pessoas que participaram do desfile aqui”, disse.

Para a superintendente das pessoas com deficiência de Mato Grosso, Tais Augusta de Paula, a data coincidiu com o Dia Nacional do Deficiente Físico, celebrado no dia 11 de outubro transformando o momento de interação com alegria e amor. “Por meio do desfile que ocorreu no mês passado, despertamos os olhares dos empresários para as pessoas com deficiência, o senhor Moreira, foi um deles que ao participar do evento se interessou em ajudar e nos convidou para esta tarde maravilhosa. Para nós esse gesto foi como um presente”, externou.

 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.