Sábado, 11 de Julho de 2020

Geral
Sexta-feira, 26 de Junho de 2020, 08h:38

FENÔMENO

Nuvem 'Godzilla' chega à América e enche céus com pó do Saara

Imagens mostram a quantidade de pó que está no ar

Notícias Ao Minuto

O Oceano Atlântico está coberto, há vários dias, por uma mancha opaca. Trata-se de uma nuvem de ar do Saara, composta por uma massa de ar seca e com pó do deserto africano. Alguns cientistas denominam-na de 'nuvem de poeira Godzilla'.

Segundo a BBC, este é um fenômeno anual mas que este ano parece estar causando mais impacto. A poeira é a mais intensa dos últimos 50 anos e segue em direção à América do Norte.

Imagens captadas por satélite permitem ver uma nuvem marrom que está se deslocando da África para o Caribe.

Os habituais tons de azul, do mar, são agora imperceptíveis.

A nuvem começou a formar-se há uma semana e já percorreu mais de 5 mil quilômetros pelo mar até o Caribe.

Segundo relatos de metereologistas à Associated Press, esta massa forma-se no deserto do Saara no fim da primavera, no verão e no começo do outono no Hemisfério Norte, e geralmente desloca-se em direção ao Oeste sobre o Oceano Atlântico a cada três ou cinco dias. Quando ocorre, costuma ser de curta duração, não superior a uma semana. Contudo, quando existem ventos suaves esta torna-se mais propensa a percorrer mais quilômetros.

A poeira do Saara é responsável por fornecer areias às praias do Caribe, sendo por isso um fenômeno importante. Contudo, quando o nível de poeira é muito elevado pode tornar-se também prejudicial, uma vez que afeta a qualidade do ar e pode dificultar a respiração.

Por esse motivo, e numa altura em que se teme a pandemia da Covid-19, muitos são os países da América Central e Norte a lançar alertas para que as pessoas fiquem em casa.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.