Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

Geral
Terça-feira, 04 de Dezembro de 2018, 17h:15

amiguinho de bolsonaro / mt

Medeiros diz que Malta foi injustiçado, mas que não mendiga Ministério

Olhar Direto

Moreira Mariz/Agência Senado

O senador e deputado federal eleito por Mato Grosso, José Medeiros (Pode), subiu a tribuna do Senado Federal para defender o senador Magno Malta (PR), a quem ele chamou de “irmão”. Preterido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e sem mandato a partir de janeiro, uma vez que não conseguiu se reeleger, Malta deixa Brasília se dizendo “magoado e machucado” por não ter sido indicado para a chefia do Ministério da Cidadania. “Magno é cantor reconhecido, tem 48 discos, a esposa é cantora, Magno não precisa dessas coisas para sobreviver. Magno é amado. (...) Ele não está mendigando Ministério, não está colocando faca no pescoço do Bolsonaro. Ele é amicíssimo do Bolsonaro”, defendeu o deputado eleito. Até o momento, o presidente não definiu onde irá acomodar Magno Malta, mas garantiu que não irá lhe deixar de fora de sua gestão.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.