Domingo, 17 de Novembro de 2019

Geral
Terça-feira, 22 de Outubro de 2019, 13h:45

Partido abriu prazo para a defesa

Marco Feliciano, aliado de Bolsonaro, pode ser expulso do Podemos

Fonte: Poder 360

Michel Jesus/Agência Câmara

O deputado federal Marco Feliciano foi convidado a prestar esclarecimentos ao Podemos, partido ao qual é filiado, devido a uma denúncia de 1 membro da legenda que pede a expulsão do congressista. O presidente da sigla em São Paulo, Mario Covas Neto, abriu prazo para que o pastor se defenda das acusações.

A informação foi divulgada nesta 3ª feira na coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo, e confirmada pelo Poder360.

Entre as acusações está a de que Feliciano “enfraquece a candidatura [presidencial do senador] Alvaro Dias” ao colocar-se como 1 possível vice na chapa de Bolsonaro em 2022. O pastor já declarou que o atual presidente da República “terá 1 vice-presidente evangélico” em 2022 e colocou o próprio nome à disposição. De acordo com Covas Neto, “ele de fato está 1 pouco na contramão do partido, que mantém posição de independência em relação ao governo”.

Feliciano faz parte da comitiva que acompanha o presidente Jair Bolsonaro na viagem ao Japão. Até o momento, ele não comentou o episódio.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.