Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

Geral
Sexta-feira, 11 de Outubro de 2019, 11h:41

Briga no laranjal

Em ‘briga’ correligionário do PSL chama atenção de Barbudo: “nós somos seus patrões”

Redação

Após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarar que pode sair da sigla e levar consigo alguns deputados, houve uma série de conflito entre os próprios parlamentares.

Nessa semana vazou um áudio de um grupo WhatsApp ‘bolsonarista’, onde o deputado federal Nelson Barbudo se mostrou muito irritado com uma notícia. Foi publicado em um site que ele estaria deixando de apoiar Bolsonaro. O presidente disse que pode estar trocando de partido.

No grupo ele foi contestado, pois, estaria empregando um petista em seu gabinete, já que um assessor dele teria apoiado Dilma Rousseff no passado.

"Deixa de ser otário, não tem nenhum petista no meu gabinete. Preste atenção, você não sabe o que está falando. De agora para frente eu vou começar a ir para o pau com vagabundo que fica falando merda. Estou perdendo a paciência com pessoas que não me conhecem", disse em um dos áudios.

 Um correligionário o responde. "Rapaz, você tem que respeitar nós (sic) aqui. Funcionário nosso é você. A gente que tem o direito de insinuar que você é vagabundo ou não, porque nós somos seus patrões”, afirmou.

 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.