Terça-feira, 02 de Março de 2021

Geral
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2021, 10h:32

A China tem a maior indústria de suinocultura

Com queda nas vendas de smartphones, Huawei se concentra em criação de porcos

Queda de 42% no último tri Quer modernizar fazendas Também foca em mineração

Fonte: Poder 360

Unsplash/Laura Anderson - 30.jun.2020

Depois que o ex-presidente dos EUA Donald Trump considerou a Huawei uma ameaça nacional (segundo Trump, a Huawei compartilha dados dos usuários com o governo chinês para espionagem), a empresa ficou impedida de importar componentes para modelos 5G e limitou-se a fabricar modelos 4G nos Estados Unidos.

A limitação na oferta de microchips fez com que as vendas de smartphones da marca tivessem queda de 42% no último trimestre de 2020.

A Huawei também foi bloqueada do desenvolvimento do 5G em outros países, incluindo o Reino Unido, em meio a temores sobre a segurança nacional.

A empresa estima que sua fabricação de smartphones será reduzida em até 60% este ano. Por isso, está procurando outras fontes de receita, como serviços de computação em nuvem e veículos inteligentes. Mas também está de olho em algumas indústrias mais tradicionais, como a criação de porcos.

A China tem a maior indústria de suinocultura do mundo e abriga metade dos porcos vivos.

A tecnologia está ajudando a modernizar as fazendas de criação de porcos com a Inteligência Artificial, que ajuda, por exemplo, a detectar doenças e rastrear os animais.

 

 

A tecnologia de reconhecimento facial pode identificar suínos individuais, enquanto outras tecnologias monitoram seu peso, dieta e exercícios.

A Huawei, que já vem desenvolvendo tecnologia de reconhecimento facial, enfrentou críticas no mês passado por um sistema que identifica pessoas que parecem ser de origem da minoriaa uigure –muçulmanos que habitam predominantemente a região autônoma de Xinjiang, no noroeste do país.

Outras gigantes tecnológicas chinesas, incluindo JD.com e Alibaba, já estão trabalhando com suinocultores na China para trazer novas tecnologias.

“A suinocultura é mais um exemplo de como tentamos revitalizar algumas indústrias tradicionais com tecnologias de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicações) para criar mais valor para as indústrias na era 5G”, disse um porta-voz da Huawei à BBC.

Também, no início deste mês, o fundador e executivo-chefe da Huawei, Ren Zhengfei, anunciou um laboratório de inovação em mineração na província de Shanxi, no norte da China. A ideia é desenvolver tecnologia para minas de carvão.

Ren disse que a empresa também estava analisando a possibilidade de fabricar outros produtos, como televisores, computadores e tablets.

“Ainda podemos sobreviver mesmo sem depender das vendas de telefones”, afirmou.

 
Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.