Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020

Geral
Sábado, 05 de Outubro de 2019, 11h:54

Bispo Charles Drennan

Bispo da Nova Zelândia renuncia após denúncia de assédio sexual

Fonte: Correio Braziliense

Divulgação

Um bispo da Nova Zelândia renunciou após uma jovem acusá-lo de "comportamento inaceitável de natureza sexual", informou a igreja católica local.

Em nota divulgada à imprensa, o arcebispo da Nova Zelândia, cardeal John Dew, informou que o bispo Charles Drennan, da diocese de Palmerston North, apresentou sua renúncia após uma investigação independente sobre sua conduta.

"A jovem mulher (denunciante) pediu que os detalhes da queixa sejam mantidos em segredo", destacou o cardeal Dew. "Podemos confirmar que o papa Francisco aceitou a renúncia" do bispo Drennan, disse Dew.

"Aos olhos da Igreja Católica, o comportamento do bispo Drennan foi completamente inaceitável, e apoiamos plenamente a jovem mulher" por apresentar a denúncia. Segundo Dew, a jovem foi informada da renúncia do bispo Drennan, e a igreja destacou que continuará dando o seu apoio.

Drennan, 59 anos, se tornou bispo em 2011 e no ano seguinte assumiu a paróquia de Palmerston North.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.