Quarta-feira, 15 de Julho de 2020

Geral
Sexta-feira, 05 de Junho de 2020, 07h:53

NA PANDEMIA

Albergues estão com 212 pessoas acolhidas

Assistência Social mantém equipes de abordagens todos os dias nas ruas a fim de proporcionar maior acolhimento

Redação

Como forma de alcançar resultados exitosos e conseguir sensibilizar um número cada vez maior de pessoas para a importância do isolamento social nesse momento de enfrentamento ao novo Coronavírus, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência definiu um cronograma diário de trabalho e mantém as ações de abordagem a população em situação de rua e imigrantes. O total de acolhidos nas unidades, entre elas, o Hotel Albergue e os três albergues municipais, é de 212 pessoas.

Para um melhor rendimento dos serviços, a secretária municipal de Assistência Social, Hellen Ferreira informou que as equipes foram divididas por públicos distintos, sendo o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Centro estão trabalhando com a população em situação de rua, e os servidores do Creas Norte estão trabalhando com os imigrantes. “Além das ações de abordagem nas ruas, as unidades estão abertas para receber as pessoas que tenham interesse no acolhimento. Após triagem são realizados os devidos encaminhamentos”, ressaltou.
“Nessas abordagens, além de reforçar a importância do isolamento social nesse momento de pandemia, para aquelas pessoas que aceitam o acolhimento oferecido pela Prefeitura, é feita uma triagem para identificar o perfil e encaminhar para a unidade municipal adequada, seja ela o Hotel Albergue ou os albergues municipais”, explicou Hellen. Os locais visitados são os de maior concentração desse público, como o Beco do Candeeiro, Porto, Rodoviária, Morro da Luz e Centro.

No caso específico dos imigrantes, eles são informados sobre o Centro Pastoral para Imigrantes Além disso, uma importante parceira da Prefeitura, sendo essa, uma Unidade de Referência para essa população, como solicitações de documentos e ou encaminhamentos de emprego. “Estamos com equipes de abordagens todos os dias, nos principais pontos de concentração dessas pessoas. É uma preocupação do prefeito Emanuel Pinheiro e da primeira-dama, Márcia Pinheiro oferecer uma vida digna a toda população que necessita da ajuda do Poder Público. É nosso dever apresentar os serviços existentes no Município é sensibilizar essas pessoas para a importância do acolhimento”, pontuou Hellen.

A distribuição das vagas é feita de acordo com o perfil de cada um. Nos albergues municipais, são para pessoas em trânsito ou que vieram para Cuiabá e não conseguem voltar de imediato.

Já no “Hotel Albergue” são para aquelas pessoas que já estão há algum tempo em lugares de grande concentração desse público, como o Morro da Luz, Praça do Porto, Rodoviária e Beco do Candeeiro.

“A Prefeitura de Cuiabá, mantém essas ações de abordagem, não somente nesse momento de enfrentamento à Pandemia do novo Covid-19, mas como prática de rotina, oferece uma atenção especial a população em situação de vulnerabilidade social na nossa Capital. Todos os dias, tem equipes de abordagem nas rua, fazendo levantamento e orientação das famílias”, concluiu a secretária .

 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.