Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020

Estados
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2020, 15h:35

Sob Controle

Situação dos Sistemas Penitenciário e Socioeducativo de Cáceres está sob controle

Fonte: Minuto MT

Divulgação

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), na última quinta-feira (8), visitou o Centro de Ressocialização, a Cadeia Pública Feminina e o Centro de Atendimento Socioeducativo, em Cáceres (MT), para conhecer a estrutura das unidades, a atuação dos profissionais de segurança pública, verificar as principais demandas e necessidades existentes para que a Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) possa intervir junto ao governo estadual.

O parlamentar levantou informações referente ao quadro de pessoal, projetos com os recuperados e menores infratores, averiguou a situação de infraestrutura e as atividades desenvolvidas pelos servidores. “Em Cáceres, notamos que estes sistemas estão sob controle. O número de presos está adequado pela quantidade do efetivo. Ambos representantes não fizeram reivindicações urgentes para que possamos intervir junto ao governo. Mas, vamos continuar atentos para as demandas futuras, caso surjam”, explica Claudinei.

 

 
 

Tecnologia

O líder de disciplina e policial penal, Adilson Silva do Amaral, fez uma demonstração para o deputado Claudinei sobre o uso do Scanner Corporal que é uma importante tecnologia inserida dentro do Centro de Ressocialização. O equipamento tem o objetivo principal de identificar entorpecentes e outros itens em pessoas suspeitas. “Muito interessante este equipamento, vejo que é bastante relevante outras unidades existentes em Mato Grosso também contarem com este recurso tecnológico”, sugere o presidente da Comissão de Segurança.

O sistema prisional hoje possui 90 servidores ativos e 310 recuperados. Deste total, 60 deles participam de projetos de ressocialização que garantem a geração de renda e remição de pena. “Coloquei eu e os meus colegas parlamentares da Comissão à disposição para contribuir com futuros projetos e possíveis necessidades que vierem a surgir na gestão da penitenciária”, posiciona Claudinei.

Sob Controle

A Cadeia Pública Feminina tem capacidade para acolher 58 detentas, em que consta, atualmente, 37. De acordo com a diretora Franciskely Campos Moreira, grande parte delas foram presas por tráfico de drogas e pertencem às cidades de Mirassol D’Oeste, Quatro Marcos, Araputanga, Rio Branco, Jauru, Vila Bela, Pontes e Lacerda, Comodoro, Tangará da Serra e Porto Esperidião.

“Fiquei satisfeito de ver que a unidade está com uma boa estrutura, equipamentos e efetivos sob controle. As presidiárias estudam e fazem artesanato na unidade. E a quantidade de detentas permite que os policiais penais – que são no total 28 – não fiquem sobrecarregados”, salienta o deputado.

Socioeducativo

O prédio do Centro de Atendimento Socioeducativo de Cáceres recentemente passou por uma reforma na estrutura com recursos oriundos de transações penais, com apoio do Conselho da Comunidade. Conforme a agente de segurança, Eliana Geraldes Nunes, a instituição tem 32 servidores e nove reeducados, cuja a capacidade é para 16. Ela explica que os menores infratores recebem acompanhamento psicológico e de assistência social, como, também, podem praticar atividades físicas dentro da unidade.

Este encontro realizado pelo deputado Claudinei faz parte de ações da Comissão de Segurança Pública e Comunitária em realizar visitas aos polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública (Risp).

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.