Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019

Estados
Domingo, 03 de Novembro de 2019, 10h:20

A situação atual no Pantanal

Queimadas atingem 122 mil hectares e força-tarefa intensifica combate

Fonte: Ponta Porã Informa

Foto: Chico Ribeiro/Subcom-MS

Entre o dia 26 de outubro e este sábado (2), a área queimada na região do Pantanal de Mato Grosso do Sul chegou a 122 mil hectares. A força-tarefa, sob o comando do Corpo de Bombeiros Militar do estado (CBMMS), já intensificou o combate às chamas.

A situação atual no Pantanal, com o fogo se expandindo com a força do vento e a presença de uma massa de vegetação propensa ao fogo, é priorizar o combate aos focos que ameaçam o Parque Estadual do Rio Negro, para onde se deslocaram de Campo Grande, na manhã deste sábado, 53 brigadistas do Instituto Nacional de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio). A área foi sobrevoada para definir um plano de ação imediata.

O Exército também dará apoio ao combate aos focos no Rio Negro, deslocando para a área uma cozinha de campanha, reservatório de água potável e equipe para instalação de sistema de comunicação, que é uma das dificuldades operacionais no contato entre as ações por terra com as aeronaves. A região terá uma base operacional, que está sendo instalada em uma fazenda.

Na sexta-feira (1), o estado tinha o maior número de focos, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Em relação ao dia, houve aumento de 2.933%, saltando de três focos para 91 ontem. Corumbá liderava na sexta a lista de municípios com mais focos, com 43. Aquidauana, a quarta colocada, tinha 16 focos; e Miranda vem logo atrás, na quinta posição, com 15 registros.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.