Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Estados
Sábado, 08 de Maio de 2021, 10h:39

Sem licitação

Prefeito de Chapada emite nota sobre contrato de R$ 1,2 milhão

Fonte: Midia News

Divulgação

O prefeito de Chapada dos Guimarães, Osmar Froner de Mello (MDB), se posicionou sobre o contrato, de R$ 1,2 milhão, firmado com a empresa NP3 Comércios e Serviços Ltda.

O objeto do contrato, feito sem licitação, é a gestão de compras de materiais de construção, através de sistema informatizado.

 

A empresa NP3 Comércios e Serviços é da cidade de Campo Bom (RS), tem menos de um ano de atividade e é de pequeno porte.

Veja a nota de Froner:

"A Prefeitura de Chapada dos Guimarães vem a público esclarecer que:

- A contratação da empresa NP3 Comercio e Serviços LTDA se deu por meio da ADESÃO DE ATA N. 12/2021, com fundamento na Lei n. º 8.666, de 21 de junho de 1993, que prevê que ata de registro de preço pode ser utilizada por qualquer órgão que não tenha participado do certame licitatório, mediante a anuência do órgão gerenciador;

- Apesar do contrato ter sido firmado com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, a contratação se justifica diante da necessidade da aquisição de materiais de construção para atender as demandas também de outras secretarias, em especial: Educação, Obras e Serviços Urbanos, Saúde e Agricultura;

- A empresa contratada é especializada na prestação do serviço de gestão de compras de materiais de construção em geral através de sistema informatizado e de processo sistêmico, com as devidas travas de segurança, além de ser autorizado pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso;

- O sistema informatizado, operacionalizado pela empresa contratada, permite fomentar o comércio de materiais de construção no município de Chapada dos Guimarães. A empresa irá credenciar todas lojas do gênero interessadas em Chapada dos Guimarães;

- No entanto, a compra será efetivada somente na loja após a secretaria municipal executar o levantamento e planilha de materiais necessários para reforma predial ou pequenos reparos na parte elétrica, sanitária, estrutural, pinturas, telhados, etc...;

- Após o credenciamento, as lojas estarão aptas a responder as cotações feitas pelo município. Elas terão acesso a um sistema web, onde responderão as cotações;

- Os orçamentos são lançados no sistema de gerenciamento da empresa, onde as lojas cadastradas interessadas apresentam as suas propostas, sendo que a de menor preço sagra-se vencedora e procede administrativamente a Nota de Autorização de Despesas, empenho da compra, e posterior pagamento com prazo de até 30 dias;

- Os materiais de construção serão utilizados, principalmente, em serviços de reformas de prédios públicos, manutenção de pontes, manutenção das escolas, reparos na iluminação pública, e manutenção em logradouros públicos, com vantagens de redução de custos pela concorrência.

 

 - Apesar do valor global do presente contrato ser de R$ 1.210.560,00, NÃO É FEITO O EMPENHO TOTAL DO CONTRATO, somente na medida em que são adquiridos os materiais, e de acordo com a necessidade, devidamente justificada, e previamente levantada por cada secretaria;

 

- O prazo de vigência do contrato será de 12 (doze) meses a contar da assinatura do contrato. É designado um servidor para fiscalizar cada obra, com conferência do secretário de cada Pasta, e gestão do ordenador de despesa, e o Prefeito Municipal;

 

- O município pratica essa modalidade em outras compras, como combustível para abastecimento da frota e reposição de peças automotivas, com parecer positivo do Tribunal de Contas do Estado."

 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.