Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020

Estados
Quarta-feira, 09 de Setembro de 2020, 15h:27

INDEFINIÇÃO DE GARCIA

"Para quem não vive da política, a decisão é difícil", diz Mendes

Governador afirma que empresário mostrou vontade de concorrer, mas deve vencer desafios

MidiaNews

Secom

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, nesta quarta-feira (09), que vê com tranquilidade a demora do empresário e ex-deputado federal Fábio Garcia (DEM) em anunciar se será ou não candidato à Prefeitura de Cuiabá.

 

Nesta semana, Garcia afirmou que os resultados de pesquisas internas do partido impulsionaram a sua vontade de concorrer nas eleições municipais, que ocorrem no dia 15 de novembro deste ano, o que atenderia ao desejo da sigla de lançar uma candidatura própria ao Palácio Alencastro.

 

"É muito fácil para quem está de fora, e eu estou de fora, cobrar essa decisão. A decisão de ser candidato, para quem faz isso com seriedade, para quem não vive da política, que não tem na política uma profissão, é uma decisão difícil", disse Mendes.

 

Entusiasta da candidatura de Garcia, o governador citou as suas próprias decisões passadas - quando concorreu ao Palácio Alencastro e, posteriormente, ao Palácio Paiaguás - como exemplo para defender a postura do empresário.

 

"Sempre decidi de última hora. Então, não posso falar nada do Fabinho", disse.

 

"Ele leva em consideração uma série de fatores e está demonstrando vontade, apetite e querendo fazer. Agora, ele deve estar vencendo as dificuldades e eu também tive que vencer as minhas para estar aqui hoje, diante de Mato Grosso", acrescentou.

 

Pesquisas internas

 

Nesta semana, Fábio Garcia afirmou ao MidiaNews que, após analisar uma bateria de pesqusias de opinião encomendadas pelo partido, ficou "animado" com a possibilidade de concorrer à vaga.

 

Segundo ele, a pesquisa apontou um cenário difícil para o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

 

“Nós [Democratas] analisamos uma pesquisa nesse fim de semana e vimos que a rejeição de Emanuel Pinheiro é muito grande. Então temos um cenário favorável. Com esses resultados, podemos cravar que Emanuel dificilmente será reeleito. Isso me animou”, disse.

 

No entanto, Garcia disse que irá conversar com os partidos e com a família para que a candidatura seja viabilizada.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.