Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

Estados
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2019, 18h:25

Mato Grosso

Max Russi questiona decréscimo de valores repassados e cobra continuidade do Pró-família

Da Redação

Assessoria

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, o deputado Max Russi (PSB), questionou o governo do estado, durante a sessão vespertina dessa terça-feira (26), quanto à redução dos valores do Pró-Família, repassados aos beneficiados.

De acordo com informações apuradas pelo parlamentar, uma auditoria estaria sendo realizada no programa pela Controladoria Geral do Estado (CGE), o que teria resultado em tais medidas por parte do Executivo Estadual.

"Hoje, eu tive informações de uma auditoria que está sendo realizada no programa Pró-Família. Quero informações sobre a metodologia desse trabalho", requereu Max.

Um dos principais questionamentos de Russi diz respeito aos critérios estabelecidos para esse decréscimo , o que já estaria afetando aos beneficiados. "Recebi essa cobrança de vários beneficiados, assim como agentes de saúde, da diminuição desses valores", justificou.

Conforme o requerimento, os principais duvidas apontadas são: Qual é o objetivo da auditoria, que estaria sendo realizada no programa Pró-família; Qual a metodologia de trabalho da auditoria; Qual é o prazo de conclusão; Qual é o motivo e o critério estabelecido para a redução dos valores dos benefícios.

Max Russi foi quem deu início ao Pró-família, no período em que foi gestor da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), no decorrer de seu primeiro mandato no Legislativo.

O deputado reforça que esse programa de transferência de renda utiliza recursos do Fundo de Erradicação da Pobreza, portanto não poder ser utilizado para outros fins. Além disso, leva cursos profissionalizantes aos contemplados e já beneficiou mais de 23 mil famílias em situação de vulnerabilidade social em todo o território mato-grossense.

"Essa foi uma pauta minha no mandato passado e com certeza vou trabalhar ainda mais nesse mandato, para que possamos diminuir a extrema pobreza no Estado de Mato Grosso", assegurou o parlamentar.

 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.