Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

Estados
Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019, 16h:40

RIO DE JANEIRO

Mãe de menina que ganhou pirulito: “Boca começou a espumar”

Lorrana Madalena, 14 anos, passou mal após ingerir doce que ganhou de uma mulher em trem no Rio de Janeiro

Jornal Extra

A mãe da menina que morreu após chupar um pirulito dado por uma desconhecida na Baixada Fluminense (RJ) não consegue entender o que ocorreu com a filha. Gisele José da Luz, de 32 anos, contou, nesta quinta-feira, 24, que encontrou a garota morta no hospital e se jogou no chão desesperada. A adolescente Lorrana Madalena da Luz Manoel, 14 anos, sofreu uma parada cardíaca na madrugada dessa quarta-feira, 23. Uma das linhas de investigação da polícia é de que a menina tenha ingerido um pirulito envenenado que ganhou de uma mulher no trem da SuperVia, no Rio de Janeiro.    

Gisele revelou detalhes do episódio. “Ela [Lorrana] foi ao meu serviço e falou que estava passando mal. Eu disse que não era nada de mais e fomos para casa. Quando foi por volta de 1h de terça, minha filha começou a sentir dormência nas pernas e a boca começou a espumar. Corri para o hospital e ela foi entubada”, relatou.  

A mulher afirmou ainda que, a priori, Lorrana estava bem. “Voltei para a casa [do hospital] a fim de pegar uma roupa e, quando voltei, eles me disseram que ela já estava morta. Eu me joguei no chão e pedi a Deus para a minha filha voltar para mim”, lamentou Gisele. De acordo com a mãe da garota, a adolescente recebeu o pirulito no momento em que voltava do curso. Renata da Luz, tia da vítima, afirmou que Lorrana chegou a melhorar após passar mal e tomar um remédio, já em casa. “À 1h, ela voltou a passar mal, dizendo que não estava enxergando nada. Quando a minha irmã foi ver, a menina estava com uma gosma na boca.

Eles foram para a UPA do Jardim Iris, fizeram uma lavagem e, às 5h, minha sobrinha deu três paradas [cardíacas] e morreu”, prosseguiu.            

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.