Domingo, 24 de Março de 2019

Estados
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019, 13h:23

Mato Grosso

Empresário morto tem nome retirado de processo na Ararath

Gazeta Digital

Divulgação

O juiz Jeferson Schneider, da 5ª Vara Federal em Mato Grosso, retirou o nome do empresário Celson Luiz Duarte Bezerra de uma ação penal proveniente da Operação Ararath. O réu morreu em outubro de 2018.  

 

Os fatos apontam para os crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens. O processo tem como foco um possível esquema realizado por intermédio da aquisição de imóveis em nome de terceiros.   

 

Seguem como réus o ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso, Éder Moraes e o empresário Marcelo Maluf. Os bens em questão eram adquiridos com recursos originários de crimes contra o sistema financeiro.   

 

Marcelo Maluf, um dos sócios da construtora São Benedito, chegou a ser conduzido coercitivamente pela Polícia Federal em 2016 para prestar esclarecimentos.   

 

A Operação Ararath teve por objetivo desbaratar uma organização criminosa que praticava crimes contra o sistema financeiro nacional e lavagem de dinheiro no Estado de Mato Grosso.   

 

O foco da investigação deu-se contra pessoas e empresas responsáveis por instituição financeira sem autorização do Banco Central.   

 

A Operação Ararath ganhou novos capítulos com a delação premiada firmada pelo ex-governador Silval da Cunha Barbosa, em 2017.   

 

Dezenas de políticos foram acusados de participação no esquema criminoso. Os autos seguem sob segredo de Justiça.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.