Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019

Economia
Segunda-feira, 28 de Outubro de 2019, 15h:20

Comitê de Ajuste Fiscal

Prefeito se reúne com diretores administrativos para estabelecer metas e cobrar o equilíbrio fiscal

Cada pasta tem suas limitações orçamentárias

Prefeitura de Cuiabá

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro se reuniu na sexta-feira (25), com os membros do Comitê de Ajuste Fiscal (COTAF), e Diretores Administrativos Financeiro (DAFs) de todas as secretarias municipais para a primeira reunião no intuito de colocar a meta de equilíbrio fiscal das contas públicas para o fechamento do exercício de 2019 e planejamento do último ano de gestão.“São três anos praticamente de uma gestão muito dinâmica, de muitas realizações e entregas e encaminhamentos.

Agora temos que preparar para entregar o que falta concluir e acho que isso será possível com o ajuste fiscal, colocando essa gestão no patamar de uma das mais realizadoras em Cuiabá. Tudo isso está sendo possível graças ao empenho de todos, secretários e equipe geral. Estamos conseguindo com muita dificuldade, pois cada pasta tem suas limitações orçamentárias, mas estamos levando adiante e cumprindo com os compromissos que fiz com a população cuiabana”, disse o prefeito.

Na oportunidade, o prefeito e presidente do COTAF, o secretário-adjunto do Tesouro, Éder Galiciani, distribuiu uma Instrução Normativa que tem como finalidade disciplinar o procedimento para a emissão de parecer prévio pelo Comitê para a realização de licitações, adesões, contratos, aditivos e abertura de créditos adicionais que tenham como objeto aquisição de bens de consumo e permanentes, prestação de serviços, realização de obras, a fim de verificar a existência de créditos orçamentários suficientes para sua realização, considerando-se os créditos já comprometidos até o final do exercício, com despesa já contratadas.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.