Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Economia
Terça-feira, 07 de Abril de 2020, 09h:32

Maior índice desde janeiro de 2019

Comércio varejista cresce 1,2% em janeiro, diz IBGE

Fonte: Poder 360

Toninho Tavares/Agência Brasília

O comércio varejista cresceu 1,2% em fevereiro na comparação com o mês anterior, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O resultado representa a maior alta mensal desde janeiro de 2019, quando avançou 1,4%. Eis a íntegra.

Os dados divulgados nesta 3ª feira (7.abr.2020) surpreenderam positivamente os economistas, que esperavam queda de até 1% no varejo, segundo apurou o Poder360.

No acumulado do ano, o setor expandiu 3%, mesmo depois de ter caído 1,4% em janeiro em relação a dezembro. De acordo com o IBGE, o comércio teve alta de 1,9% no acumulado de 12 meses.

O varejo ainda está 4,5% abaixo do ponto mais alto da série, atingido em outubro de 2014.

O resultado de fevereiro tem pouco impacto da crise de covid-19, já que os principais efeitos foram sentidos em março. Com a restrição no fluxo de pessoas e comércio, há expetativa de retração dos indicadores.

De acordo com o IBGE, 5 das 8 atividades pesquisadas tiveram desempenho positivo em fevereiro em relação a janeiro. Móveis e eletrodomésticos expandiram 1,6% no mês. Tecidos, vestuários e calçados tiveram o mesmo percentual de crescimento.

Também registram alta Outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,5%), Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,5%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,6%).

Na contramão, houve queda em fevereiro no comércio de Livros, jornais, revistas e papelaria (-3,8%), de Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-1,1%) e de Combustíveis e lubrificantes (-0,6%).

 

O comércio ampliado –que inclui veículos, motos, partes e peças e de Material de construção– a atividade econômica de fevereiro cresceu 0,7% em relação a janeiro, registrando o 2º mês consecutivo de variação positiva. Em janeiro, havia recuado 0,2%.

Houve alta de 0,9% na venda de Veículos, motos, partes e peças em fevereiro na comparação com o mês anterior. Material de construção teve leve avanço de 0,1%.

Considerando o varejo ampliado, a distância atual para o ponto mais alto da série, alcançado em agosto de 2012, é de 7,2%.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.