DFTrans premia rodoviários mais gentis do sistema de transporte público

Foto: Agência Brasil/Central de Conteúdo/EBC

Duzentos e quatro rodoviários do sistema de transporte público do Distrito Federal receberam, nesta quinta-feira (7), reconhecimento pela gentileza na prestação do serviço.

Foram entregues certificados, bottons e placas para motoristas e cobradores das cinco operadoras. A cerimônia ocorreu no Salão Branco do Palácio do Buriti.

O concurso teve três etapas. Primeiro, a população escolheu os 50 profissionais mais gentis de cada concessionária. Em seguida, foram identificados os 30 rodoviários mais elogiados nas ouvidorias do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) e da Secretaria de Mobilidade.

Por fim, os gestores das empresas de transporte indicaram aqueles que estavam com exames periódicos em dia e que não apresentavam notificações nos registros.

proposta da premiação é incentivar o respeito no atendimento à população, de acordo com o diretor-presidente do DFTrans, Léo Cruz. “Hoje nós concretizamos uma etapa desse programa, que estimula a gentileza entre os dois principais atores do sistema de transporte público: o rodoviário e o usuário”, avaliou.

600 milNúmero de pessoas que usam, em média, o sistema de transporte público do DF diariamente

Todos os dias, 600 mil pessoas, em média, usam o sistema e é feito cerca de 1,2 milhão de viagens. Por isso, capacitar e favorecer boas práticas é fundamental, como explica o secretário adjunto de Mobilidade, Dênis de Moura Soares.

“A população quer chegar ao seu destino no tempo certo e com segurança, mas antes disso tem um percurso a se fazer. Vocês [motoristas e cobradores] são as pessoas mais importantes nesse processo”, disse Soares.

DFTrans almeja a redução do número de reclamações sobre o atendimento de rodoviários

A diminuição das reclamações sobre o tratamento de rodoviários no desempenho da atividade é um dos resultados esperados com a iniciativa. Isso porque, das 85 mil reclamações recebidas pelo Sistema de Gestão de Ouvidoria do DF até novembro de 2017, 3,4 mil foram a respeito da conduta desses profissionais.

Assim, ao estimular as práticas mais gentis, o número de reclamações em relação à operação tende a diminuir, acredita Léo Cruz. “Isso acaba atingindo um outro objetivo nosso, que é a melhoria da qualidade do serviço.”  As informações são da Agência Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*